PLR dos Bancários

Conquista que distribui renda para os trabalhadores

Citi pagou dia 1º, Bradesco hoje e Safra no dia 23; Sindicato cobrou antecipação da segunda parcela para todos

  • Cláudia Motta, Spbancarios
  • Publicado em 09/02/2018 11:41 / Atualizado em 14/02/2018 15:18

Montagem: Linton Publio

São Paulo – Os bancários foram a primeira categoria a conquistar o direito à PLR previsto na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) nacional, em 1995. A luta conjunta ao lado do Sindicato garantiu outros avanços como forma de distribuir renda por meio da Participação nos Lucros de Resultados dos bancos. Na Campanha Nacional Unificada de 2007, a mobilização da categoria garantiu o valor adicional à PLR. Além disso, desde 2013, os trabalhadores têm direito à PLR sem IR para determinados valores e, a partir desses, descontos progressivos.

“Tudo que está na CCT é fruto da organização dos trabalhadores ao lado do Sindicato”, ressalta a presidenta da entidade, Ivone Silva. Como em todos os anos, a dirigente enviou carta aos bancos solicitando a antecipação do pagamento da segunda parcela da PLR aos bancários. “Reforçamos às instituições financeiras que nos meses  de  janeiro  e fevereiro concentram-se as maiores despesas por parte dos trabalhadores,  em  razão  da  cobrança de IPTU, IPVA, matrícula, material escolar. E com a divulgação dos balanços de 2017, e seus lucros bilionários, os bancos podem pagar.”

Citibank, Bradesco e Safra já atenderam à reivindicação do Sindicato. O Citi pagou no dia 1º de fevereiro, o Bradesco e a Losango no dia 9. O  Santander creditará no dia 20 e o Safra no dia 23. A data limite para pagamento, prevista na CCT é 1º de março.



Voltar para o topo