Santander

Eleita nova Cipa na Torre

Candidato apoiado pelo Sindicato, Agnez de Almeida Queiroz foi eleito titular com 249 votos. Também com apoio da entidade, Marco Antônio Villas Boas ocupará vaga de suplente

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 16/03/2018 13:59 / Atualizado em 16/03/2018 19:09

Foto: Divulgação

São Paulo – Os trabalhadores da Torre Santander elegeram seus novos representantes na Cipa (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) em votação ocorrida entre os dias 13 e 15. Apoiado pelo Sindicato, Agnez de Almeida Queiroz foi eleito titular com a segunda maior votação, alcançando 249 votos. Também com o apoio da entidade, Marco Antônio Villas Boas recebeu 169 votos e foi eleito para a vaga de primeiro suplente. 

> Sindicalize-se e fortaleça a luta em defesa dos direitos dos bancários
> Assine o boletim eletrônico com notícias específicas do Santander

“Somados, os dois candidatos apoiados pelo Sindicato concentraram mais de 17% do total de votos válidos. O que é importante para a representação dos trabalhadores e para o trabalho que tem sido feito em prol da saúde dos bancários e melhores condições de trabalho na Torre Santander”, celebra o dirigente do Sindicato e funcionário do Santander Welington Prado. 

“Temos plena confiança de que Marco e Agnez (fotos ao lado) vão atuar sempre no sentido de defender os interesses de todos os colegas da Torre. Desejo muita sorte e um bom trabalho a todos os eleitos para a Cipa”, acrescenta o dirigente do Sindicato e funcionário do Santander Ramilton Marcolino.

Cipa 

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes é um importante instrumento de luta dos trabalhadores para cobrar das empresas medidas que previnam acidentes e assegurem um ambiente de trabalho adequado aos funcionários de todos os setores, respeitando suas particularidades. 

O cipeiro, como é chamado o membro da comissão, tem a função de conscientizar os demais empregados sobre a gravidade das doenças ocupacionais e lutar por ações efetivas de prevenção às LER/Dort, fiscalizar o cumprimento das normas de segurança e, ao lado do Sindicato, se empenhar pela ampliação dos direitos dos empregados afastados ou que retornaram ao trabalho após licença médica. 

Também são atribuições da Cipa realizar as semanas internas de prevenção de acidentes, nas quais se discutem questões de saúde e relativas às condições de segurança no trabalho; acompanhar as ocorrências e exigir notificações de todos os casos de doença e acidente de trabalho, como prevê a lei da Previdência Social; realizar trabalhos voltados à saúde mental; e informar e esclarecer os bancários sobre os riscos à saúde e à segurança no ambiente de trabalho.
 



Voltar para o topo