Democracia

Empregados debatem defesa de direitos e da Caixa em plenárias

Encontros organizados pelo Sindicato tiveram diversas propostas no intuito de fortalecer o banco 100% público e para a Campanha 2018

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 27/04/2018 16:18 / Atualizado em 27/04/2018 17:48

Entre os dias 24 e 26 de abril, o Sindicato realizou quatro plenárias na sede e nas regionais com diversos empregados da Caixa. Além da Campanha Nacional deste ano e do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), pautaram as discussões, entre outros temas, a defesa da Caixa 100% Pública, da mesa única, dos direitos dos trabalhadores, do Saúde Caixa e da Funcef.

Nas ocasiões, os empregados da Caixa também discutiram saúde, condições de trabalho e assédio moral. Houve denúncias de irregularidades na verticalização com o descomissionamento de gerentes PJ, ameaça que também afeta os gerentes PF. Os trabalhadores ainda relataram preocupação com a falta de transparência da direção da Caixa no atual processo de reestruturação do banco.

Saúde Caixa

Um dos assuntos mais comentados nas plenárias foram as reclamações do atendimento do Saúde Caixa junto à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). O plano, que é dos empregados, tem sido multado por isso. Nesses casos, a melhor solução, segundo os presentes, é acionar a Ouvidoria ou entidades sindicais responsáveis por credenciamento e descredenciamento, para que o Saúde Caixa não seja ainda mais prejudicado.

“Foram encontros positivos, nos quais vimos unidade e empatia, além de mobilização na defesa dos direitos e da Caixa 100% Pública”, ressalta Dionísio Reis, coordenador da CEE/Caixa e diretor executivo do Sindicato.

Por fim, os presentes defenderam a realização de mais plenárias no Sindicato e listas de transmissão, com o uso maior das redes sociais da entidade para mobilizar a categoria.

“Gostaria de parabenizar a serenidade e a inteligência dos empregados em trazer às plenárias eixos tão importantes e estratégicos para defender que a Caixa continue 100% Pública. E ressaltar a importância da participação na assembleia do dia 3, que elegerá delegados para o congresso estadual dos empregados do banco”, finaliza Dionísio Reis.



Voltar para o topo