Greve de 2010

Sindicato obtém vitória para empregados da Caixa

Decisão judicial determina ressarcimento aos empregados que aderiram à greve de 2010 e tiveram descontos no vale-transporte; assembleia na próxima semana discutirá as formas de pagamento, e bancários devem procurar o Sindicato para saber se fazem parte da ação

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 17/04/2019 13:43 / Atualizado em 17/04/2019 17:39

Montagem: Linton Publio

O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região conseguiu uma vitória na esfera judicial para os empregados da Caixa. Em ação movida pela entidade, a 3ª Vara do Trabalho de São Paulo considerou ilegal o desconto no vale-transporte dos bancários que aderiram à greve de 2010.

A ação abrange cerca de 150 bancários da base do Sindicato. Os trabalhadores devem ligar para o (11) 3188-5200 para mais informações. A lista dos beneficiários ficará na central telefônica do Sindicato, para consulta dos bancários.

Na terça-feira 23 de abril, às 19 horas, será realizada assembleia para discutir as formas de pagamento da ação coletiva. A assembleia será realizada na sede da entidade (Rua São Bento, 413, Centro, São Paulo). 

A 3ª Vara do Trabalho de São Paulo considerou o desconto ilegal, pois a interrupção do contrato de trabalho se deu entre os dias 29 de setembro e 13 de outubro. Mas o desconto ocorreu em novembro. 

“A greve de 2010 foi fundamental para o reconhecimento do trabalho dos empregados da Caixa, pois foi a partir daquele ano que conquistamos a PLR Social, que distribui 4% do lucro líquido linearmente aos trabalhadores”, ressalta o dirigente sindical e bancário da Caixa Ricardo Terrível. 



Voltar para o topo