Reta Final

Favoritos confirmam e vão à semifinal da taça de futsal

Das quatro equipes com melhor campanha na fase classificatória, três venceram e permanecem na briga pelo caneco da 21ª edição da Taça Bancária

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 28/08/2017 12:26 / Atualizado em 30/08/2017 17:58

Foto: Edson Piva

São Paulo - Penha de França, DZL, Los Bancários e Família. São esses os quatro melhores times da 21ª edição da Taça Bancária de futsal. Em confrontos marcados por placares apertados (veja abaixo), eles bateram Bancoiote, Vem Ki Tem, Caidera e Litrão, respectivamente, nas quartas-de-final jogadas sábado 26, na Quadra.

Dos quatro classificados, três - Penha de França, DZL e Família - confirmaram a melhor campanha da fase de classficação. Somente o Los Bancários, que venceu o clássico contra o Caidera, precisou da segunda fase para chegar nas quartas.

As semifinais estão marcadas para sábado 3. O sorteio apontou Los Bancários contra DZL e Família versus Penha de França. Os jogos começam às 11h, na Quadra, com portões abertos para quem quiser prestigiar.

Murilo - Entre os artilheiros do campeonato, só Murilo, do Caidera, balançou a roseira. Com isso foi a 11 gols no torneio e alcançou Elói, do Los Bancários, que passou em branco e também tem 11 gols. Porém, só Elói permanece da disputa, já que o seu Los Bancários eliminou justamente o Caidera nas quartas.

Logo atrás vem o Bruno, do ainda vivo Penha de França, que também marcou e chegou a dez gols. André Mendonça, do eliminado Litrão, não marcou e ficou com dez no certame. Didi, do Família, e Café, do Penha de França, têm oito cada e, apesar de distantes, ainda estão na briga.

O goleador maior do campeonato continua sendo Douglas, do eliminado Cruzeiro do Ipiranga, com 14 gols.

Rodrigo - Entre os goleiros, Rodrigo, do Família, assumiu a liderança na briga pela Luva de Ouro. Após as quartas, ficou com média de 2,75, à frente de Marcel, do Los Bancários e André Luis, do DZL, ambos com média 3,00. Os três ainda estão na briga.

ARTILHARIA

GOLEIROS

 



Voltar para o topo