Dia do Bancário

Reestruturação não pode tirar papel social da Caixa

Áreas envolvidas são responsáveis por promover habitação, saneamento básico urbano e programas sociais

  • Publicado em 29/08/2017 19:40 / Atualizado em 29/08/2017 19:48

São Paulo – “As conquistas que a gente teve foram a PLR Social, uma PLR maior, a inclusão de parceiros do mesmo sexo no Saúde Caixa, a política de aumento real que tem feito a reposição das perdas nos bancos públicos na década de 1990, além da inclusão da Caixa na mesa única da Fenaban ”.

Destacou o bancário Flávio Bernardes da Silva, da Caixa, durante a participação no MB com a Presidenta. Ele salientou que mesmo com as essas conquistas, os bancários têm outras preocupações no momento, com os ataques promovidos, com o desmonte dos bancos públicos e com o avanço da terceirização e da reforma trabalhista.

O papel social da Caixa está sendo reduzido neste momento. Há uma preocupação muito grande com a reestruturação que está acontecendo na empresa, o que vai acontecer com os empregados das áreas que estão sendo reestruturadas. E, essas áreas são justamente as que afetam o papel social da Caixa e a missão dela que é promover a habitação, o saneamento básico urbano e os programas sociais. Temos também uma preocupação com a possível permissão de demissão de concursados, a terceirização que acaba reduzindo ainda mais o número de funcionários.”

Assista aqui esta edição na íntegra.

MB com a Presidenta - Eles participaram do MB na segunda 28, para falar sobre a importância de ser bancário e dos desafios para a categoria. O programa de webtv do Sindicato vai ao ar todas as segundas-feiras, às 18h, com transmissão ao vivo pelo canal do YouTube da TV dos Bancários (TVB), site do Sindicato e Facebook. O MB com a Presidenta é um programa de entrevistas, que aborda assuntos de interesse dos bancários, dos direitos dos trabalhadores e de cidadania. Esta edição do programa foi excepcionalmente apresentada pela secretária de formação sindical, Érica de Oliveira.



Voltar para o topo