Funcef

Sai plano de equacionamento do Reg/Replan de 2015

Descontos começarão no dia 20 de setembro, com paridade contributiva. No caso do Não Saldado, deverá ser feito até outubro

  • Fenae
  • Publicado em 30/08/2017 17:26 / Atualizado em 30/08/2017 17:33

Foto: Marcelo Moura / Freeimages

São Paulo - Após diversos adiamentos, a Funcef comunicou que o plano de equacionamento do Reg/Replan Saldado referente a 2015 será implementado em setembro e os descontos começarão no dia 20, com paridade contributiva. No caso do Não Saldado, o equacionamento deverá ser feito até outubro, segundo a Fundação.

A contribuição extraordinária no Saldado, de acordo com matéria da Fenae, será de 7,86% ao mês pelo prazo de 211 meses. Esse é o segundo equacionamento que está sendo cobrado dos participantes desse plano. O de 2014 tem sido cobrado desde 2016, com taxa de 2,78%.

“Essa era uma conta que já estava prevista, mas o que nos incomoda é a maneira política como o equacionamento é tratado. Os diretores eleitos fizeram promessas impossíveis de serem cumpridas e agora jogam para a plateia sem apresentar soluções para resolver os problemas”, afirma a diretora de Saúde e Previdência da Fenae, Fabiana Matheus.

O que é equacionamento - Fabiana destaca que esse tipo de comunicado da Funcef sempre vem de forma repentina, sem clareza para o participante e sem transparência sobre o que envolve o tema. “Nós vamos fazer esse esclarecimento ao participante da Funcef. Ele tem direito de saber o que significa o equacionamento, como são definidos os valores e o que esperar do futuro. Do jeito que é comunicado, parece que a Funcef está prestes a fechar”, diz.

A partir desta quarta-feira 30, a Fenae dará continuidade à série de publicações para explicar o equacionamento. As postagens estão sendo preparadas a partir das dúvidas envidas pelos participantes por meio das redes sociais. Para enviar uma pergunta, basta acessar o Facebook da Fenae e publicar nos comentários de um dos posts da série.



Voltar para o topo