Dia do Bancário

Sequência de reestruturações no BB causa tensão

  • Publicado em 29/08/2017 17:40 / Atualizado em 29/08/2017 18:02

São Paulo - “De 90 (anos de 1990) pra cá teve muitos avanços (na categoria bancária): aumento real, o auxílio-alimentação, o vale-refeição. Lembrando que isso é resultado de lutas! Nós somos referência na América Latina de Sindicalismo, de união. Poucas categorias têm os benefícios que os bancários têm”.

É o que destaca Valmir Albuquerque, bancário do Banco do Brasil sobre as conquistas dos bancários. Ele chama atenção também para os desafios a ser enfrentados pelos trabalhadores.

“No Banco do Brasil, o que vem causando muita tensão, primeiro são as sequências de restruturação que vêm sendo feitas. Agora, estão se criando escritórios exclusivos tanto PF (pessoa física) quanto PJ (Pessoa Jurídica), onde uma carteira na agência tem 600 clientes e no escritório passa a ter 800 ... E esse ataque? Qual é o futuro do Banco do Brasil? O que nós esperamos do banco público hoje? Com esta mudança da lei trabalhista, como isso vai ser afetado? Haverá concurso? Não? Fala-se agora de um novo PDV.”

“As empresas públicas no Brasil estão sofrendo um ataque violento. E os bancos não estão isentos do ataque”. (Érica de Oliveira, secretária de Formação do Sindicato, que apresentou o MB com a Presidenta)

Assista aqui a edição na íntegra.

MB com a Presidenta – O programa de webtv desta segunda 28, Dia do Bancário abordou as conquistas e desafios da categoria. O programa de webtv do Sindicato vai ao ar todas as segundas-feiras, às 18h, com transmissão ao vivo pelo  canal do YouTube da TV dos Bancários (TVB), site do Sindicato e Facebook.  É um espaço de entrevistas, que aborda assuntos de interesse dos bancários, dos direitos dos trabalhadores e de cidadania. Esta edição foi apresentada excepcionalmente por Érica de Oliveira, secretária de Formação do Sindicato.



Voltar para o topo