Esporte

Taça Bancária de futsal define seminfinalistas

Reta final do campeonato do Sindicato chega nas quartas-de final prometendo jogos eletrizantes; disputa também está acirrada pela artilharia e Luva de Ouro

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 25/08/2017 15:34 / Atualizado em 25/08/2017 15:50

Partidas começam às 16h e serão na Quadra

Foto: Edson Piva

São Paulo - Sobaram apenas oito times na busca pelo troféu da Taça Bancária de Futsal 2017 do Sindicato. As quartas-de-final estão marcadas para sábado 26, na Quadra, com a primeira partida agendada para às 14h.

Quem vai à quadra primeiro são as equipes do Penha de França e do Bancoiote. Logo depois, às 15h, jogam DZL e Vem Ki Tem, seguidos pelo confronto entre Caidera e Los Bancários, às 16h. O último jogo do dia, às 17h, será entre Família e Litrão. Quem ganhar, passa. Se der empate, a decisão vai para os pênaltis.

Penha de França, DZL, Caidera e Família chegam às quartas como campeões de seus grupos da primeira fase. A campanha garantiu a vaga entre os oito melhores sem a necessidade de passar pela segunda etapa. Esta foi disputada pelos segundos e terceiros colocados (veja vídeo abaixo) de cada grupo, de onde vieram Bancoiote, Vem Ki Tem, Los Bancários e Litrão.

Artilharia e luva de ouro - Além do caneco, também estão em jogo os títulos de artilheiro e Luva de Ouro. 

Até agora, o rei das redes é o Douglas, do já eliminado o Cruzeiro do Ipiranga, com 14 gols. Atrás dele ainda tem bastante gente na briga, com destaque para Elói, do Los Bancários, com 11 gols; Murilo e André Mendonça, do Caidera e Litrão, respectivamente, com dez.

Entre os goleiros, quem está em primeiro lugar na disputa pela Luva de Ouro é o Tiago, do Caidera, com média de 2,67 (8 gols em 3 jogos). Logo a seguir vêm quatro atletas com média de 3 gols por jogo: Rodrigo, do Litrão (4 jogos); Rafael Ruocco, do Bancoiote (4 jogos); Rodrigo, do Família (3 jogos); e André Luiz, do DZL (1 jogo). Todos permanecem na competição.



Voltar para o topo