webtv

Campanha dos Bancários 2018: Ivone Silva comenta proposta da Fenaban

Sem aumento real, comando indica rejeição da proposta em assembleia nesta quarta, 8 de agosto. Nova negociação está marcada para dia 17

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 07/08/2018 17:40 / Atualizado em 07/08/2018 20:53

A presidenta do Sindicato dos Bancários e uma das coordenadoras do Comando Nacional dos Bancários, Ivone Silva, comenta a proposta apresentada pela Fenaban, nesta sexta rodada de negociação com a federação dos bancos (Fenaban), dentro da Campanha Nacional dos Bancários 2018, ocorrida nesta terça-feira 7. 

> Campanha 2018: bancos lucram bilhões e não querem dar aumento real

A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) apresentou uma proposta para cobrir apenas a inflação do período (1º de setembro de 2017 a 31 de agosto de 2018) para os salários, PLR, vales e demais verbas econômicas, projetada em 3,90%. 

“A única resposta concreta que a Fenaban trouxe para a mesa, foi simplesmente de reposição da inflação e hoje também não trouxe nenhuma proposta em relação à saúde do trabalhador, em relação ao emprego, ou seja, na sexta rodada de negociação, a Fenaban continua enrolando a categoria bancária. Por isso, o Comando está indicando a rejeição da proposta para todas as assembleias de amanhã [quarta 8 ]” , ressaltou Ivone Silva.

> Faça a sua sindicalização e fortaleça a luta em defesa dos direitos dos bancários
Inscreva-se no canal do Sindicato, clique no sininho, e receba notificações quando um novo vídeo for publicado

Comando indica rejeição da proposta em assembleia

O Sindicato convoca os bancários para assembleia nesta quarta, 8 de agosto, a partir das 19h, na Quadra (Rua Tabatinguera, 192, Sé). Uma nova rodada de negociação está marcada para o dia 17 de agosto.

Veja como foram as negociações anteriores com a Fenaban

> 1ª rodada: Bancos frustram na primeira rodada de negociação
> 2ª rodada: Calendário de negociações foi definido
> 3ª rodada: Categoria adoece, mas Fenaban não apresenta proposta 
> 4 rodada: Em mesa de emprego, bancos não se comprometem contra contratações precárias
> 5ª rodada: Bancos não apresentam proposta

Saiba como foram as negociações com o Banco do Brasil

> 1ª rodada: BB mostra disposição para negociar com funcionários
> 2ª rodada: Segunda mesa com BB define abrangência do acordo
> 3ª rodada: Terceira negociação com BB traz poucos avanços
> 4ª rodada: Banco do Brasil propõe reduzir prazo de descomissionamento e não avança na pauta
> 5ª rodada: Mesa de negociação com BB fica zerada na pauta econômica
> 6ª rodada: Banco do Brasil apresenta proposta insuficiente e incompleta

Veja como foram as negociações anteriores com a Caixa:

> 1ª rodada: Empregados e Caixa definem calendário de negociação
> 2ª rodada: Direção da Caixa não garante direitos dos empregados
> 3ª rodada: Governo quer impor o fim do Saúde Caixa
> 4ª rodada: Caixa não avança nas negociações

 

 



Voltar para o topo