Campanha 2018

Ivone Silva: reivindicações dos bancários são também da sociedade

Em vídeo da TV 247, a presidenta do Sindicato explica que a pauta da categoria, em campanha nacional, também é por melhor atendimento bancário à população com mais agências, juros e tarifas menores e fortalecimento dos bancos públicos

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 20/08/2018 12:45 / Atualizado em 20/08/2018 15:57

Ivone Silva em ato por emprego bancário decente e contra a terceirização

Foto: Mauricio Morais

Em novo vídeo na TV 247, a presidenta do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, Ivone Silva, comenta as reivindicações da categoria bancária junto aos bancos. Os bancários estão em Campanha Nacional Unificada por valorização, garantia de emprego, melhores condições de trabalho.

Veja como foram as rodadas de negociação da Campanha dos Bancários

> 1ª rodada: Bancos frustram na primeira rodada de negociação
> 2ª rodada: Calendário de negociações foi definido
> 3ª rodada: Categoria adoece, mas Fenaban não apresenta proposta 
> 4ª rodada: Em mesa de emprego, bancos não se comprometem contra contratações precárias
> 5ª rodada: Bancos não apresentam proposta
> 6ª rodada: Bancos lucram bilhões e não querem dar aumento real
> 7ª rodada: Negociação com Fenaban continuará na terça-feira 21

No vídeo, Ivone, explica porque as reivindicações dos trabalhadores de bancos públicos e privados também são em prol da sociedade. Entre os itens da pauta entregue à Fenaban (federação dos bancos), os trabalhadores demandam ações para a promoção de igualdade de oportunidades nos bancos para mulheres, negros, LGBTs e PCDs (pessoas com deficiência); reivindicam ampliação do número de agências bancárias no país; tarifas e juros mais baixos para clientes; que a tecnologia, adotada pelas instituições financeiras, seja utilizada também em benefício dos usuários e não apenas das empresas; e querem ainda o fortalecimento dos bancos públicos, tão importantes para a população por serem os grandes responsáveis pelo financiamento habitacional e da agricultura, por exemplo. Assista.



Voltar para o topo