Eleições 2018

Quem ganha com o fascismo no Brasil?

Presidenta do Sindicato dos Bancários, Ivone Silva, conversa com o professor e sociólogo Jessé de Souza sobre o que está por trás da ascensão do fascismo no país

  • Elisângela Cordeiro, Spbancarios
  • Publicado em 25/10/2018 14:40 / Atualizado em 25/10/2018 19:27

A ameaça do fascismo no Brasil é real, mas muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o que é essa doutrina política totalitária e os impactos que ela traz para nossa sociedade.

“Vivemos um momento de intolerância aos negros, às mulheres, aos homossexuais, intolerância ao diferente. A intolerância é um dos sintomas do fascismo. Muita gente tem dificuldade de entender o que é o fascismo”, disse Ivone Silva.

A presidente do Sindicato dos Bancários conversou com o professor e sociólogo Jessé de Souza sobre o que está por trás da ascensão do fascismo no país.

“O pobre ficou mais pobre, sem que ele saiba ou entenda as razões que levaram a isso. Foi dito a ele que a razão era a corrupção política, obviamente uma mentira para tornar invisíveis as reais razões, que tem a ver com o saque financeiro, através de juros escorchantes, como nós sabemos, uma dívida pública fraudulenta. Tudo isso foi legalizado. Essa corrupção foi legalizada e foi jogado o pretexto da corrupção política para criminalizar a política e a soberania popular. Temos que explicar ao pobre porque ele ficou mais pobre”, ressalta Jessé de Souza.

Assista e compartilhe!

Assista a esse e a outro vídeos no canal do YouTube do Sindicato dos Bancários. Inscreva-se no nosso canal e receba as principais produções audiovisuais do Sindicato.



Voltar para o topo