Cidadania

Comitê Betinho quer construir 600ª cisterna

Projeto, que tem apoio do Sindicato, leva água para regiões do sertão e agreste nordestinos com recursos de doações

  • Publicado em 22/12/2015 15:03
São Paulo – O Projeto Águas – Transformando Vidas, do Comitê Betinho, quer dar um Natal melhor para dezenas de famílias do sertão e agreste da Região Nordeste. Em ações de combate à fome e à miséria desde 1993, o projeto quer construir sua cisterna de número 600 naquelas regiões do semiárido, que sofrem com a falta de chuvas, e ajudar a transformar a realidade de seus moradores.

Até meados de outubro, já eram 553 reservatórios de água entregues ou em construção, cada uma ao custo de R$ 1,8 mil. Interessados em fazer doações de qualquer valor para o projeto podem ter acesso aos números das contas para depósito através do site do Comitê, acessando www.comitebetinho.org.br.

Comitê Betinho – A entidade, apoiada pelo Sindicato, foi fundada em 1993 por funcionários do antigo Banespa (comprado pelo Santander em novembro de 2000). O comitê foi inspirado na Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida, idealizada pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho.

Por meio de doações de diversos bancários, a entidade consegue auxiliar organizações assistenciais na instalação de projetos que propiciam formação profissional para a geração de emprego e renda. No entanto, seu projeto mais arrojado é a construção de cisternas no agreste e sertão nordestino.


William De Lucca – 22/12/2015
Tags: 


Voltar para o topo