Itaú

Não tem ar-condicionado? Vai no ‘leque’!

Sindicato realiza ato lúdico na agência Cardoso de Almeida, que está há mais de 30 dias sem o equipamento; por decisão do próprio banco, unidade não abriu nesta terça-feira 18

  • Danilo Motta, redação Spbancarios
  • Publicado em 18/12/2018 15:36 / Atualizado em 20/12/2018 15:21

Drags participaram de ato lúdico na agência Cardoso de Almeida do Itaú nesta terça-feira

Foto: Seeb-SP

A terça-feira 18 foi de irreverência e bom humor na agência Cardoso de Almeida do Itaú, em Perdizes, zona oeste de São Paulo. O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região convidou um grupo de drag queens para levar seus leques e ajudar a combater o calor na unidade, que está sem ar-condicionado há mais de 30 dias. O Sindicato já paralisou a agência por quatro vezes, mas o Itaú, que lucrou R$ 19,25 bilhões apenas nos nove primeiros meses deste ano, ainda não tomou as providências necessárias.

Sindicato volta a fechar agência do Itaú sem ar-condicionado no centro

A agência da Cardoso de Almeida não é a única: só nesta terça 18, o Sindicato protestou em mais cinco unidades sem ar-condicionado, que evidenciam o desrespeito do Itaú com trabalhadores e clientes (leia mais abaixo). 

Por decisão do próprio banco, a agência permaneceu fechada durante o dia, e as artistas não puderam entrar para “abanar” clientes e bancários que enfrentam cotidianamente o forte calor no local. Mesmo assim, as artistas ficaram na porta, ensinando a técnica de manusear o leque para amenizar o tempo quente.

"Traz o leque e abana demais, abana muito! Já sai com um na sua bolsa, porque se vier ao Itaú, já sabe, né?!", ironizaram as participantes. Veja o vídeo:

Os representantes dos trabalhadores aproveitaram para explicar a situação aos bancários e clientes e garantir que o Sindicato continuará na luta até que o problema seja resolvido.

“O banco até mandou alguns paliativos, como uns ventiladores, mas está insustentável ficar dentro da agência. Já tivemos caso de clientes passando mal, funcionário tendo reações. Fizemos a medição na última semana e o termômetro estava marcando 30 graus lá dentro, mesmo com os ventiladores funcionando. Então estamos mais uma vez pedindo ao Itaú para atender às necessidades dos clientes e funcionários. Isso é um desrespeito, e o Sindicato vai continuar cobrando”, afirmou Amauri Silva, dirigente sindical e bancário do Itaú.

Festival de agências do Itaú sem ar

Também nesta terça-feira, houve protesto em Osasco, na agência Antônio Agu do Itaú pelo mesmo motivo. Sem ar-condicionado, bancários e clientes sofrem com as altas temperaturas no interior da unidade. O mesmo ocorre também na agência Santa Cecília do Itaú e em três unidades do mesmo banco na zona sul de São Paulo

Denuncie

Bancários que estiverem passando por situação semelhante, sem ar-condicionado na agência, devem denunciar a dirigentes sindicais ou por telefone. Veja telefones e endereços das regionais aqui.



Voltar para o topo