Vídeos

Golpe trouxe medidas de retirada de direitos
6/12/16

O governo Temer baseado numa articulação executivo, legislativo e judiciário tenta impor uma agenda política que traz prejuízos aos trabalhadores. O ano de 2016 já começou com estatuto das estatais, que previa a facilitação de privatização dessas empresas. A retirada de direitos continua agora com a restruturação do BB e Caixa, Reforma da Previdência, além da PEC 241, a PEC do fim do mundo que congela investimentos em áreas como saúde e educação. “Os trabalhadores vivem num fogo cruzado de retrocessos entre o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF) . Não há nenhuma medida que retire de quem ganha mais: como a redução de juros, taxação das grandes fortunas e combate à sonegação”, destaca a secretária-geral do Sindicato, Ivone Silva. O chargista do Sindicato, Márcio Baraldi também participou do MB sobre a retrospectiva 2016 e desafios 2017. Programa é apresentado pela presidenta do Sindicato, Juvandia Moreira

O programa é uma produção do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região.
Participe enviando questões pelo facebook.com/spbancarios ou via twitter pelo @spbancarios.


Transmissão: TVT

 
 
Copyright © 2011 - Sindicato dos Bancários. Todos os direitos reservados.