Central de Atendimento

ou whatsapp (11) 97593-7749
Assessoria
Assessoria

Declaraçáo  da UNI Americas sobre a escalada da violencia no Chile

  • Publicado em 24/10/2019 16:46


Declaraçáo  da UNI Americas sobre a escalada da violencia no Chile: 

 
 
Em nome da UNI Americas, expressamos a nossa profunda reprovação à repressão do governo do Chile contra as manifestações de protestas sociais que vem acontecendo desde a semana passada no pais. Condenamos a violencia do Estado e a presença do Exercito nas ruas, disparando com munição letal contra os e as manifestantes desarmados.

Condenamos também a prisão de mais de 1.900 pessoas e as 13 mortes já confirmadas, assim como os vários gravemente feridos, incluindo crianças e adolescentes. Percebemos que vários setores da população chilena já chegaram ao seu limite de aceitaçaão diante das políticas de privilégios para alguns. O modelo neoliberal implantado por Piñera, profundizou a desigualdade e a pobreza e é o único responsável por este momento de revolta social.

Advertimos várias vezes que a deslegitimação dos sindicatos e de um verdadeiro diálogo social pode levar a situações limite, que não encomtram nem contenção nem direção. O não reconhecimento dos interlocutores sociais, junto a estas situações de rebento, podem ser aproveitadas por grupos de ultra direita antisistema que minarão ainda mais contra a paz social. Fazemos um chamado ao retorno da institucionalidade democrática e pedimos dar fim a violencia, retirando o Exército das ruas e dialogando com o movimento sindical e demais representantes sociais.

O governo de Piñera tem que ouvir ás vozes de quem já não suporta o nivel de pauperização a que está sendo levada a maioria da população. Da mesma forma, expressamos a nossa solidariedade com o povo chileno, especialmente com os nossos afiliados, nestes momentos dificéis. 



Voltar para o topo