Banco do Brasil

Ar quebrado, funcionários irritados no BB

Está um sufoco trabalhar no prédio da antiga Cacex, no Centro; Sindicato cobra providências eficazes da direção do banco público

  • Publicado em 24/02/2017 16:40
Redação, Spbancarios
24/2/2017


São Paulo – Quem consulta a página 4 da Folha Bancária tem à disposição uma prestação de serviços com a previsão do tempo para a semana. No final de fevereiro a temperatura na cidade de São Paulo tem chegado à casa dos 33°. O calor por si só já é algo difícil de encarar, imagine então se tiver de trabalhar o dia inteiro em ambiente fechado e com o sistema de ar-condicionado danificado.

Essa é a difícil situação dos cerca de 200 funcionários do prédio da antiga Cacex do Banco do Brasil, na Rua Libero Badaró, centro de São Paulo, onde estão instaladas as diretorias de tecnologia e crédito da instituição. O equipamento quebrou na quarta-feira 22 e até a sexta 24 estava sem reparo.

O Sindicato procurou o setor de administração predial do banco, a Genop, que informou que houve quebra de uma peça de difícil reposição, mas que tem se empenhado em resolver o problema. E até que isso ocorra disponibilizou ventiladores para amenizar a situação e que fornecerá mais desses equipamentos se os trabalhadores necessitarem.

“Achamos louvável a iniciativa, mas as reclamações continuam. As pessoas cobram, com toda a razão, condições adequadas de trabalho. É o mínimo que uma empresa que lucrou R$ 8 bilhões no ano passado tem de fazer por seus trabalhadores”, afirma Ernesto Izumi, diretor executivo do Sindicato.


Voltar para o topo