Prontuário

Sindicato cobra que BB retire falta por dia da paralisação

Funcionários foram surpreendidos com anotação em seus prontuários de ausência na quarta-feira 15

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 16/03/2017 17:47 / Atualizado em 17/03/2017 19:16

Agência do Banco do Brasil durante o Dia Nacional de Paralisação

Foto: Thaís Nozue

São Paulo – O Sindicato entrou em contato com a direção do Banco do Brasil nesta quinta-feira 16 e cobrou a retirada do prontuário dos funcionários das classificações como “falta não abonada e não autorizada” para as ausências ocorridas na quarta-feira 15, quando ocorreu o Dia Nacional de Paralisação convocado pela CUT e movimentos sociais contra a proposta de reforma da Previdência de Michel Temer.

“Recebemos diversos contatos de bancários de várias regiões da cidade que tiveram essa classificação. De imediato entramos em contato com o banco para que essa anotação fosse retirada e que os funcionários não tenham esse dia descontado”, afirma o diretor do Sindicato e integrante da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), João Fukunaga.

O representante da instituição financeira se comprometeu a entrar em contato com o setor de Gestão de Pessoas de São Paulo (Gepes) para averiguar a situação e que daria um retorno ao Sindicato.



Voltar para o topo