Avanço

Financiários da Portoseg fecham acordo de PPR sem metas individuais

Acordo prevê que metas sejam apenas coletivas, uma reivindicação antiga do Sindicato junto a financeiras e bancos, e uma vitória para os trabalhadores

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 16/05/2019 15:41 / Atualizado em 16/05/2019 15:43

Em assembleia, financiários da Portoseg aprovam acordo de PPR sem metas individuais

Foto: Seeb-SP

Os trabalhadores da Portoseg aprovaram, em assembleia realizada na quinta-feira 9, um acordo de programa próprio de resultados (PPR) que representa um grande avanço na discussão das metas. O acordo aboliu o cálculo de PPR sobre metas individuais, e determina que a remuneração sobre resultados seja determinada apenas por metas coletivas.

A secretária-geral do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, Neiva Ribeiro, destaca que a adoção de metas coletivas é uma reivindicação antiga do movimento sindical bancário e que representa um grande avanço para os trabalhadores.

“Sempre defendemos que as metas sejam coletivas e que a remuneração variável seja determinada por essas metas coletivas, e não pelo desempenho individual de cada trabalhador. Porque isso contribui para um ambiente de trabalho mais saudável, sem competições exageradas e menos propício a assédio moral”, defende Neiva.

A dirigente destaca ainda que a própria empresa se beneficia de um ambiente mais colaborativo, mas que infelizmente as instituições financeiras em geral ainda não se deram conta disso e continuam promovendo a competição entre seus funcionários, que resulta em assédio e adoecimentos.

“Ninguém é 100% sempre. Hoje um trabalhador pode não estar conseguindo um bom desempenho, mas no dia seguinte sim, e pode até ajudar quem fez sua parte quando ele estava em um mau dia”, explica. “Por isso esperamos que o acordo da Portoseg sirva de exemplo para outras financeiras e bancos e que a gente possa fechar outros acordos como esse”, acrescenta.



Voltar para o topo