Nenhum direito a menos!

Luta continua contra a reforma da Previdência

Trabalhadores fizeram a maior greve dos últimos 100 anos em 2017 e deram o recado: não votarão nos deputados favoráveis às reformas

  • Publicado em 22/12/2017 14:20 / Atualizado em 02/01/2018 15:57

São Paulo - A presidenta do Sindicato Ivone Silva destaca na retrospectiva de 2017, que os trabalhadores fizeram a maior greve dos últimos 100 anos, no país. Um marco na história dos bancários e da classe trabalhadora, que foram às ruas contra a retirada de direitos e reformas de Temer contra os trabalhadores. Ela alerta que além de manter a resistência à implementação da reforma trabalhista, 2018, também, será um ano de muita luta, porque conseguimos adiar a Reforma da Previdência, mas ainda não vencemos a batalha. Para ela, o recado é claro: os trabalhadores não votarão nos deputados favoráveis às reformas.



Voltar para o topo