Erro no sistema

Problema entre bancos e Previdência faz com que INSS de bancários não seja depositado

Trabalhadores relataram ao Sindicato que o valor era descontado pelos bancos, mas não apareciam em seu saldo no CNIS. Caso você tenha sido prejudicado, procure o Sindicato

  • William De Lucca, Spbancarios
  • Publicado em 01/02/2019 13:46 / Atualizado em 01/02/2019 17:12

Foto: Agência Brasil

Um problema de comunicação entre os bancos e a Previdência tem feito com que a contribuição do INSS descontada dos trabalhadores não seja depositada. Alguns bancários relatam que a última transferência ocorreu em julho de 2018, prejudicando quem precisa acessar benefícios como auxílio-saúde e até mesmo a aposentadoria.

Ao ser procurado por segurados que passaram por este constrangimento causado pela má-gestão do INSS, o Sindicato dos Bancários de São Paulo procurou tanto bancos quanto a Previdência e descobriu que ambos já tinham conhecimento do problema, mas demoraram para buscar uma solução. Ambos informaram que o problema iria ser resolvido em breve, mas não deram o prazo.

“Tanto o governo atual quanto o anterior têm práticas semelhantes de descaso com a Previdência. Temer e Bolsonaro buscam medidas para jogar o peso da Previdência para as costas dos trabalhadores, que contribuem a vida inteira e são surpreendidos com este tipo de situação”, critica o secretário de Saúde do Sindicato, Carlos Damarindo.

Ele orienta os trabalhadores que tiverem passado por problemas ou dificuldades com a Previdência, seja na hora de se aposentar ou de usar benefícios como o auxílio-saúde, a procurar o Sindicato e denunciar a situação. Para isso, basta entrar em contato com a Central de Atendimento aqui ou procurar um dirigente sindical de uma regional perto de você aqui. Caso você esteja em período de pré-aposentadoria, a orientação é imprimir os holerites do período em que não houve recolhimento do INSS e levar até uma agência da Previdência para informar o ocorrido.



Voltar para o topo