Ridicularização

Pirulito do Banco do Brasil é alvo de protesto 

Durante dia de mobilização em defesa dos bancos públicos, representantes dos funcionários voltaram a criticar uso do doce como recompensa para bater metas

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 11/10/2017 12:40 / Atualizado em 11/10/2017 15:10

Protesto do Sindicato ofereceu pirulitos à população para chamar atenção à denúncia dos bancários

Foto: Seeb-SP

São Paulo - A ideia 'jenial' que um superintendente do Banco do Brasil teve, de dar pirulitos como "recompensa" por batimento de metas, voltou a ser alvo de protestos. Durante ato em defesa dos bancos públicos, representantes dos funcionários distribuíram doces para quem passava, a fim de chamar atenção para a denúncia feita pelos trabalhadores ao Sindicato.

"Escrachar, ridicularizar, infantilizar o funcionário são práticas de assédio moral", explica a diretora do Sindicato Silvia Muto (assista vídeo abaixo). "A gente não pode admitir que uma diretoria que cuida de relacionamento de pessoas tenha esse tipo de procedimento".

A proposta do gestor é que os primeiros bancários que alcançarem a meta de R$ 500 em Resultado de Seguridade – incluindo capitalização, previdência ou seguro de vida – ganham um pirulito grande. Para os demais, um doce um pouco menor.

Assine o boletim eletrônico com notícias específicas do Banco do Brasil

O Sindicato reforça que metas abusivas devem ser prontamente denunciadas e que a divulgação de ranking individual de empregados é vedada pela CCT dos bancários. Fique atento!

 



Voltar para o topo