Luta

Sindicato promove audiência pública em Osasco

Dirigentes sindicais e representantes do legislativo discutiram a importância dos bancos públicos para o município

  • Danilo Motta, Spbancarios
  • Publicado em 31/10/2017 17:01

São Paulo – O Sindicato realizou, na última sexta-feira 27, mais uma audiência em defesa dos bancos públicos – desta vez, na Câmara Municipal de Osasco. Além dos dirigentes sindicais, participaram do debate os vereadores Tinha e Dra. Régia.

Os debatedores ressaltaram a importâncias destas empresas para a economia da cidade. Para se ter uma ideia, a Caixa financiou 1.630 residências da faixa 1 (renda familiar até R$ 1.800), totalizando R$ 109 milhões, pelo programa Minha Casa, Minha Vida. Já o Bolsa Família, operado pela Caixa Econômica Federal, pagou no ano passado um total de R$ 39,9 milhões, beneficiando 20.396 famílias no município. O BB, por sua vez, administrou o repasse de R$ 23,6 milhões do Fundeb à cidade. Sem contar os investimentos em saneamento, infraestrutura e créditos à agricultura familiar promovidos pelos bancos públicos.

Em sua fala, a presidenta do Sindicato, Ivone Silva, ressaltou que as ações de bancos como BB, Caixa e BNDES têm implicações cotidianas na vida de todos os trabalhadores.

“Interfere inclusive no transporte público. Vocês já pararam para perguntar quem financia os ônibus que andam nas ruas? Os empresários não vão lá e compram sua frota toda de uma vez. Na nossa audiência de Carapicuíba, por exemplo, o ex-prefeito disse justamente isso, que a frota de ônibus não seria mais renovada na cidade porque não tinha mais financiamento do BNES, que estava sofre cortes e aumentando os juros. Ou seja, o empresário não iria mais trocar a frota. E isso influencia no dia a dia do cidadão”, exemplificou.

A audiência aconteceu um dia após a confirmação de que a agência da Caixa no Jardim Camargo Novo, zona leste de São Paulo, que seria fechada pela direção do banco, teve seu encerramento cancelado devido à mobilização do Sindicato junto à população local. O dirigente sindical Francisco Pugliesi, o Chico, ressaltou a importância desta conquista, lembrando da atuação do banco no financiamento de obras importantes para o bairro.

“É uma região extremamente carente das estruturas e das obras que justamente a Caixa patrocina e financia para o governo federal. O banco público tem uma missão que é ser justamente parceiro do estado para criar cidadania, trazer cidadania para aquele individuo que não tem nada. O Ministério das Cidades sabe muito bem que sem a Caixa não haveria possibilidade daquelas obras fundamentais para a sociedade e que não aparecem, como as de saneamento e habitação”, defendeu o dirigente, que é bancário da Caixa.

Os parlamentares presentes na audiência também saíram em defesa dos bancos públicos e elogiaram a iniciativa. "O banco público além de trazer o desenvolvimento, resolve grandes problemas sociais deste país", afirmou o vereador Tinha. “Temos que enfrentar e não permitir os retrocessos da privatização, pois sem o banco público o município vai travar. Na habitação, no Fundo da Saúde, no Fundo da Educação, em tudo tem a participação destas empresas. Hoje já estamos sentindo na pele a redução desses investimentos. O município de Osasco precisa continuar crescendo, e os bancos públicos ajudam muito nisso”, completou a vereadora Dra. Régia.  



Voltar para o topo