Reforma trabalhista

Metade dos empresários não acredita em mais empregos

Levantamento identificou que apenas 48% dos empregadores acreditam que mudanças propostas por Temer levarão a aumento da oferta de vagas 

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 05/05/2017 17:34 / Atualizado em 16/05/2017 12:26

Foto: Marcos Santos / USP Imagens

São Paulo – Nem mesmo os empresários acreditam que a reforma trabalhista levará ao aumento do emprego no país. Levantamento realizado pelo Datafolha identificou que menos da metade (48%) dos empregadores acreditam que as mudanças na legislação trabalhista acarretarão no crescimento da oferta de vagas.

Entre os empresários entrevistados, 68% avaliam ainda que os trabalhadores perdem direitos com a reforma trabalhista.

Terceirização – A pesquisa avaliou também as expectativas do empresariado com a lei da terceirização, sancionada por Michel Temer em 31 de março. Para 27% dos empregadores, haverá redução da remuneração com a nova lei. Já 15% esperam aumento nos salários.

Sobre o impacto da ampliação da terceirização em produtos e serviços, 66% disseram acreditar na elevação dos preços ao consumidor.

O levantamento do Datafolha foi realizado nos dias 26 e 27 de abril de 2017, com 2.781 entrevistas, entre trabalhadores e empresários, em 172 municípios brasileiros. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. 



Voltar para o topo