Abuso

Banco do Brasil impõe meta até para os caixas

Agora eles são obrigados a vender títulos de capitalização; Sindicato critica medida e reforça: função de caixa não é negocial

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 05/07/2017 17:09

Charge: Marcio Baraldi

São Paulo – Os caixas do Banco do Brasil ganharam uma nova tarefa: vender OuroCap, o título de capitalização do banco. Agora, além de cuidar das atribuições próprias, eles têm de cumprir metas. “A função de caixa não é vender produtos. Essa é uma função da área negocial do banco”, reforça a diretora do Sindicato e funcionária do BB, Silvia Muto.

A dirigente acrescenta que vender produtos atrapalha o bancário na execução das tarefas de caixa e, além de sobrecarregá-lo, pode prejudicá-lo financeiramente. “A responsabilidade desses funcionários é com o zelo das transações de caixa, o zelo com o numerário. E se a conta não fecha no final do dia, ele é obrigado a pagar do próprio bolso”, lembra.

Silvia destaca ainda que, ao mesmo tempo em que impõe metas de vendas a caixas, o BB extingue convênios que permitiam a clientes e usuários pagar contas como água, luz e gás, e mais recentemente, IPTU e boletos do Detran. “Ou seja, impõe metas de vendas aos caixas e retira serviços que são típicos de caixas, prejudicando a população.”

Silvia lembra que essas medidas fazem parte da reestruturação pela qual passa o banco, sob a gestão do governo ilegítimo de Temer. “Estamos vivendo um momento muito difícil, de desmonte do BB e demais bancos públicos. O BB já fechou mais de 500 agências em todo o país e extinguiu 9,9 mil postos de trabalho no período de um ano (entre março de 2016 e março de 2017). É fundamental que os funcionários estejam unidos, organizados e mobilizados na defesa do banco, de seus direitos e de seus empregos”, conclama. 

> Cartilha: saiba por que bancos públicos são importantes para o país
 



Voltar para o topo