Saúde

Sindicato garante reintegração de bancária do Bradesco

Trabalhadora foi demitida durante tratamento contra um câncer e se encontrava na cadeira de rodas ao procurar o Sindicato

  • Danilo Motta, Redação Spbancarios
  • Publicado em 12/09/2018 15:13 / Atualizado em 17/09/2018 16:20

Foto: Freepik

O Sindicato garantiu a reintegração de mais uma bancária. Desta vez, foi uma bancária do Bradesco, que pediu para não ser identificada. Ela foi demitida durante o tratamento contra um câncer.

A bancária, então, procurou o Sindicato – de cadeira de rodas e na companhia do pai, idoso, que também está em tratamento contra um câncer. No momento da homologação, ela teve assessoria jurídica e contábil, e o caso passou a ser acompanhado de perto por um dirigente sindical. O dirigente recebeu uma cópia dos laudos médicos da bancária e imediatamente entrou em contato com o Bradesco para pedir a suspensão da demissão.

“Demos entrada no pedido e, enquanto o trâmite se finalizava, a bancária precisou esperar, mas agora conseguiu sua reintegração. Entretanto, ainda está aguardando o pagamento dos salários e verbas retroativos que ela tem direito”, explicou Marcos Amaral, o Marquinhos, dirigente sindical que acompanha a situação da bancária. A trabalhadora voltou ao seu posto na última semana.

O dirigente ressalta que uma das preocupações do Sindicato é a defesa da saúde do trabalhador e da função social do emprego. Ele também lembra que muitos bancários acabam adoecendo devido à rotina estressante de trabalho e a cobrança de metas abusivas, por exemplo.

"Esta foi mais uma vitória do trabalhador que se organiza através do Sindicato. Por conta da nossa atuação, não foi necessário acionar o Judiciário, o que demoraria bem mais. Através da Secretaria de Saúde do Sindicato, os dirigentes e o trabalhador, juntos, ficam mais fortes e mais seguros. Então é importante ficar de olho e cobrar seus direitos", completou Marquinhos.

> Não fique só, fique sócio



Voltar para o topo