Contra o Desmonte

Funcionários do BB pedem mais contratações e defendem empresas públicas

Protesto em frente ao complexo São João reuniu bancários contra o desmonte do banco público pelo governo; bancários também lutam pelo fortalecimento das empresas estatais

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 30/05/2018 18:30 / Atualizado em 30/05/2018 18:40

Ato em frente ao complexo São João; na foto, os dirigentes Willame Lavor (com o microfone) e Davi Basso

Foto: Seeb-SP

Funcionários do BB pediram, no início da tarde da quarta-feira 30, mais contratações e concurso público para suprir a demanda das agências e demais locais de trabalho. O protesto ocorreu em frente ao complexo São João, na Rua São Bento, centro de São Paulo.

Faça a sua sindicalização e fortaleça a luta em defesa dos direitos dos bancários

“O Banco do Brasil deveria cumprir o seu papel de banco público e indutor do desenvolvimento econômico e social. Mas faz o oposto. Estamos sofrendo vários ataques com o desmonte do banco, entre eles o fechamento de mais de 600 agências, descomissionamentos e transferências arbitrárias de funcionários. E tudo isso compromete demais o atendimento ao público, penalizado com altas tarifas e juros bancários. Precisamos lutar para reverter esse quadro com união”, enfatiza o delegado sindical e funcionário do BB Daniel Kenzo.

Em defesa das empresas públicas

A Rua São Bento foi escolhida também para o ato de mobilização nacional em defesa dos bancos públicos. No local, foi distribuída a Folha Bancária em defesa da Petrobras e das empresas públicas.

“Queremos estatais que sirvam à população. A Petrobras, por exemplo, está sendo dividida, privatizada. É importante refletir sobre o destino das nossas empresas públicas, e o nosso ato hoje vai nesse sentido, pela democracia e que todos sejam contemplados dentro do Estado”, salienta Ivone Silva, presidenta do Sindicato.

Pela manhã, antes da atividade no BB, o Sindicato promoveu um seminário em defesa dos bancos públicos.



Voltar para o topo