Banco do Brasil

Funcionários prejudicados com redução salarial podem contar com a Previ

Benefícios de aposentadoria dos planos 1 e Previ Futuro podem ser mantidos e minimizar os prejuízos financeiros no longo prazo. Sindicato luta contra o descomissionamento e já acionou a Justiça para garantir incorporação de gratificação após dez anos

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 06/12/2017 17:29 / Atualizado em 07/12/2017 17:27

Foto: Mauricio Morais

São Paulo – Os associados dos planos Previ 1 e Previ Futuro descomissinados pelo Banco do Brasil no processo de reestruturação têm como solicitar ao fundo de pensão a manutenção do salário de contribuição. Para isso, é necessária uma contribuição adicional para cobrir a diferença, tanto da parte do funcionário quanto da do patrocinador. O Sindicato tem realizado atos em defesa do banco público e cobrado transparência na gestão de pessoas do BB. Além disso, a entidade também acionou a Justiça para proteger direitos dos bancários, com o objetivo de garantir a incorporação da gratificação de função após dez anos.

> Descomissionamento arbitrário “bomba” no BB

"Essa alternativa é uma forma de minimizar os prejuízos aos colegas que, de forma arbitrária, foram descomissionados. Como o Plano Previ 1 é de beneficio definido, manter o salário de contribuição é importante para que não ocorra a redução do valor de aposentadoria, pois ele será calculado pelas últimas contribuições ao plano", destaca o dirigente sindical Davi Basso, funcionário do BB.

Já os  associados do Plano Previ Futuro podem aumentar sua contribuição mensal ou realizar contribuições esporádicas, já que o valor da aposentaria está atrelado exclusivamente aos pagamentos ao longo do período de contribuição.

Dúvidas podem ser esclarecidas na Central de Atendimento da Previ, por meio dos telefones 0800 031 0505 e 0800 729 0505.



Voltar para o topo