Pular para o conteúdo principal
Chapéu
Traidores

Veja deputados federais de SP que votaram com Temer

Linha fina
Esses parlamentares ajudaram a rejeitar a denúncia da Procuradoria Geral da União que pedia investigação do presidente por corrupção passiva
Imagem Destaque
Foto: Gilmar Félix/Agência Câmara

São Paulo – A base aliada do governo na Câmara dos Deputados decidiu não acolher a denúncia da Procuradoria-Geral da República, que pede a investigação do presidente Michel Temer por corrupção passiva. A votação do relatório do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que pedia o arquivamento da denúncia, terminou na noite de quarta-feira 2 com 263 votos a favor do parecer do tucano, contra 227 votos contra (ou seja, pelo prosseguimento da investigação). Seriam necessários 342 para que a denúncia fosse encaminhada ao Supremo Tribunal Federal. A votação teve ainda duas abstenções e 19 ausências.

> Governo vence com menos votos que o esperado

Durante o processo, muitos deputados da oposição criticaram o que chamaram de derrame de dinheiro com a aprovação, pelo governo, de emendas parlamentares bilionárias nos dias que antecederam a votação. E isso, destacaram os deputados, por um governo que justifica o congelamento de recursos da União (Emenda Constitucional 95) e o desmonte da Previdência com a necessidade de fazer ajustes nas contas do Estado.

Antes da declaração de voto de cada deputado individualmente, 24 líderes de partidos e blocos apresentaram a orientação de suas agremiações. 

Contra Temer – Orientaram pelo voto contrário ao relatório, e a favor da investigação de Temer: PT, PDT, PCdoB, Psol, Rede, PSB, PMB, PHS, além, curiosamente, do PSDB – já que o autor do relatório é um tucano.

A favor de Temer – Favoravelmente ao relatório pró-Temer, indicaram: PMDB, DEM, SD, PSD, PR, PSC, PEN, PP, Podemos e PTdoB. 
Confira abaixo os deputados federais eleitos por São Paulo que ajudaram Temer a se livrar do processo de investigação, e grave seus nomes para não votar mais neles: