Central de Atendimento

ou whatsapp (11) 97593-7749
Bradesco

Sindicato cobra solução para falta de bancários nas agências do Bradesco

Reivindicação foi feita a representantes do banco; funcionários devem denunciar sobrecarga ao Sindicato

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 22/05/2018 18:01 / Atualizado em 22/05/2018 18:11

Arte: Freepik

Dirigentes sindicais reuniram-se com representantes do Bradesco para cobrar, dentre outros temas, solução para a falta de funcionários na rede de agências. Essa é uma das principais e mais constantes queixas dos funcionários da área comercial e administrativa. 

Assine o boletim eletrônico com notícias específicas do Bradesco

Em resposta, as representantes da instituição financeira afirmaram que não há relação entre a falta de empregados e o Plano de Desligamento Voluntário Especial (PDVE) promovido pelo banco a partir de agosto de 2017, que desligou 7,4 mil funcionários. Segundo o banco, a rede de agências não foi o foco principal desse programa de demissões.

Durante a reunião, as representantesdo Bradesco também disseram que a empresa está passando por um processo de acomodação e ajuste de funções, afirmaram que estão sendo feitas reposições, e que o banco está acompanhando a situação.

“Nós compreendemos o sufoco que os bancários das agências estão passando. Por isso deflagramos protestos em unidades críticas por causa da sobrecarga de trabalho, o que penaliza tanto os empregados quanto os clientes que pagam altas tarifas e em troca recebem atendimento inadequado devido ao número insuficiente de funcionários”, afirma Erica de Oliveira, diretora executiva do Sindicato e bancária do Bradesco.

Mais protestos contra número insuficiente de bancários
> Sindicato protesta contra falta de funcionários no Bradesco
> Bradesco acata reivindicação e bancários terão reforço em agência

Balanço comprova

Os números do próprio balanço do Bradesco comprovam o aumento da sobrecarga de trabalho em apenas um ano. No primeiro trimestre de 2017, o banco tinha 864 clientes para cada empregado. Um ano depois, essa relação aumentou ainda mais: 964 clientes para cada funcionário. Crescimento de 11,6%.

Enquanto o número de empregados despencou de 106.644, no primeiro trimestre de 2017, para 97.593, 12 meses depois (redução de 8,5%), o número de clientes aumentou 2,1%, passando de 92.106.865 para 94.058.577 nesse mesmo período.

 

 

“Os bancários que enfrentam esse sufoco devem denunciar ao Sindicato para que possamos agir com mais agilidade a fim de buscarmos uma solução para a sobrecarga”, orienta Erica.

Fortaleça seus direitos. Sindicalize-se! 

Denúncias podem ser feitas ao Sindicato por intermédio dos dirigentes, pela Central de Atendimento (3188-5200), WhatsApp da entidade (11 97593-7749) ou via canal de denúncias. O sigilo é garantido.

“Enfatizamos que embora a oferta de canais alternativos esteja ganhando cada vez mais espaço, ainda existe um grande contingente de clientes que prefere ser atendido por pessoas, nas agências. Principalmente nas periferias, que é justamente onde a sobrecarga de atendimento tem se mostrado mais acentuada. Por isso é muito importante que a rede física de atendimento receba a devida atenção do Bradesco, que tem a obrigação de cumprir sua função social de inclusão bancária”, ressalta Erica de Oliveira. 
 



Voltar para o topo