Família

O que se aprende no curso de Paternidade Responsável?

Em vídeo, professores e aluno falam sobre os andamentos das aulas

  • Danilo Motta, Redação Spbancarios
  • Publicado em 06/08/2019 14:20 / Atualizado em 06/08/2019 19:12

O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região oferece, todo mês, o curso de Paternidade Responsável. As aulas são um requisito para o trabalhador poder usufruir da licença ampliada, de 20 dias.

O curso é ministrado na Faculdade 28 de Agosto, que fica na Rua São Bento, 413, centro de São Paulo (próximo do metrô São Bento), e bancários sindicalizados podem participar gratuitamente. Mas o que se aprende no curso? No vídeo, professores e aluno contam como se dá o andamento das aulas, o que se ensina e como funciona a dinâmica do curso.

As próximas turmas acontecem nos dias 19 de agosto e 23 de setembro. 

Como é o curso

O primeiro dia do curso propõe uma reflexão sobre a paternidade e a maternidade no mundo contemporâneo. No dia seguinte, há uma abordagem psicológica sobre o momento na vida do pai, os desafios para a família com a chegada do novo integrante, além de pontos como depressão pós-parto e o respeito à condição biológica e psicológica da mulher.

O terceiro dia é aberto também à participação das gestantes. Aqui, os alunos aprendem a trocar fralda, colocar para dormir, alimentação e pós-mamada, entre outros assuntos que auxiliarão a desmistificar o dia a dia com o bebê.

Para encerrar, é apresentada uma discussão sobre conceitos pedagógicos novos e antigos, educação para igualdade e a função paterna nesse contexto.



Voltar para o topo