Pular para o conteúdo principal
Chapéu
Seja solidário

Campanha precisa de ajuda para doar cestas básicas para carroceiros

Linha fina
A campanha Reciclando Solidariedade está aceitando roupas, brinquedos e dinheiro para levar cestas a centenas de famílias no Fundão do M’Boi Mirim
Imagem Destaque
Divulgação do Reciclando Solidariedade

A campanha Reciclando Solidariedade que, desde o início da pandemia de coronavírus já conseguiu doar, com a ajuda dos bancários, 127 cestas básicas para 127 famílias de catadores avulsos, conhecidos como carroceiros, do Fundão de M'Boi Mirim, continua contando com a solidariedade de mais bancários e entidades na arrecadação de dinheiro, roupas e brinquedos para beneficiar outras centenas de famílias que ainda estão passando por necessidade.

O bancário que quiser colaborar e ajudar os catadores, pode doar diretamente na sede do Sindicato (Rua São Bento, 413 - Ed. Martinelli) ou fazer depósito diretamente nesta conta:

Banco do Brasil
Agência: 0387-5
Conta: 2.900.140-4
CPF 696.293.238-34

Segundo Emília Câmara Sant'Anna, bancária aposentada e uma das coordenadoras da Reciclando Solidariedade, a iniciativa surgiu pelo fato de centenas de famílias formadas por catadores estarem sem qualquer meio de subsistência neste período.

“Decidimos ajudar os carroceiros porque eles são ivisíveis perante a sociedade e a iniciativa surgiu no sentido de estar valorizando o trabalho e a vida deles que é tão importante. Nossa arrecadação precisa continuar. Toda doação é muito bem-vinda e essa ajuda é muito importante para nós", destaca.

Ainda de acordo com Emília, todas as pessoas que ajudam recebem informações do que foi arrecado e gastos para não gerar dúvidas. "Há muitas famílias que não têm o que comer e isso é muito triste”, finaliza.

Conheça mais sobre o projeto

 

Bancário Solidário

A ação também integra a campanha Bancá[email protected] Solidá[email protected] do Sindicato, que desde o fim de março tem divulgado entidades e coletivos que têm relação institucional com a entidade e que organizam ações de solidariedade em meio à pandemia do novo coronavírus.

 

 

seja socio