Central de Atendimento

ou whatsapp (11) 97593-7749
Santander

Vote em candidatos comprometidos com os trabalhadores para a Cipa da Torre

Agnes Queiroz, Gilmar da Silva e Marco Villas Boas têm propostas para melhorar as condições de trabalho na concentração do banco

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 28/02/2020 16:16 / Atualizado em 02/03/2020 18:31

Arte: Linton Publio/Seeb-SP

Os funcionários da Torre Santander elegerão seus representantes para uma nova Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) entre o dias 10 e 13 de março. O Sindicato indica o voto em candidatos comprometidos com os direitos dos trabalhadores: Agnes de Almeida Queiroz (11° Andar), Gilmar Alexandre da Silva (11° Andar) e Marco Antônio Villas Boas (22° Andar).

Para votar, basta acessar a Intranet do Santander, em seguida em Portal RH, Nossa Oferta para você, Seu Equilíbrio, Segurança do Trabalho e, finalmente, em CIPA, onde você escolherá seus representantes.

Conheça as propostas dos bancários apoiados pelo Sindicato

Agnes da Silva Queiroz (Controladoria – 11º andar)

- Visitar periodicamente os departamentos, observando as condições de trabalho, com o objetivo de mitigar riscos e garantir mais segurança e saúde aos funcionários
- Cobrar melhorias constante da manutenção e limpeza dos sanitários, higienização do ambiente e eliminação e odores, conforme NR-24
- Reinvidicar mais eficácia no Plano de Abandono do prédio, conscientizando e estimulando os funcionários a participar do processo
- Intensificar a cobrança do Piso Antiderrapante nos acessos ao estacionamento, visando diminuir os acidentes com os motociclistas e ciclistas
- Conscientização de trabalhos e formas para a boa saúde mental dos bancários

Gilmar Alexandre Silva  (SAT – 11º andar)

- Conscientização e estímulo da importância do PASE (Plano de Abandono em Situação de Emergência) e na ajuda às gestantes, pessoas com mobilidade reduzida e PCDs
- Promover e divulgar o zelo pela observância das normas de segurança, bem como a promoção da importância na participação e conscientização da Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT)
- Reforçar cobrança para implantação piso tátil na rampa de acesso da Marginal, evitando que funcionários que transitam a pé sofram acidentes, principalmente em dias de chuva
- Despertar o interesse de todos pela prevenção de acidentes e doenças ocupacionais, bem como visitar os locais para tentar identificar possíveis problemas que possam comprometer a saúde dos trabalhadores
-  Atuar na modernização do plano de evacuação do prédio  e cobrar melhorias no treinamento dos brigadistas
-  Compromisso em ouvir e ser útil, transformando o local de trabalho num lugar mais seguro e harmonioso para todos e todas

Marco Antônio Villas Boas (22º andar)

- Cobrança constante nas melhorias contínuas dos treinamentos dos Brigadistas
- Cobrança contínua na manutenção e melhorias da qualidade do ar condicionado e da qualidade da água
- Cobrança contínua para melhoria da segurança e circulação da passagem entre a Torre e o Shopping JK, bem como outros pontos
- Conscientizar, estimular e incentivar a criação de salas com ambiente de descompressão

Cipa é conquista dos trabalhadores

 

 

Você sabe para que serve a Cipa? A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes é um importante instrumento de luta dos trabalhadores para cobrar das empresas, como o Santander, medidas que previnam acidentes e assegurem um ambiente de trabalho adequado aos funcionários de todos os setores, respeitando suas particularidades.

O cipeiro, como é chamado o membro da comissão, tem entre suas funções: conscientizar os demais empregados sobre a gravidade das doenças ocupacionais; lutar por ações efetivas de prevenção às LER/Dort; fiscalizar o cumprimento das normas de segurança; empenhar-se. ao lado do Sindicato, se empenhar pela ampliação dos direitos dos empregados afastados ou que retornaram ao trabalho após licença médica.

São atribuições da Cipa: realizar as Semanas Internas de Prevenção de Acidentes, na qual se discutem questões de saúde e relativas às condições de segurança no trabalho; acompanhar as ocorrências e exigir notificações de todos os casos de doença e acidente de trabalho, como prevê a lei da Previdência Social; realizar atividades voltadas à saúde mental; informar e esclarecer os bancários sobre os riscos à saúde e à segurança no ambiente de trabalho.



Voltar para o topo