Central de Atendimento

ou whatsapp (11) 97593-7749
Caixa Federal

Coronavírus: Sindicato alerta sobre riscos da pandemia

Dirigentes sindicais realizaram protestos em agências do banco público nesta quarta-feira 18

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 18/03/2020 17:57 / Atualizado em 18/03/2020 18:22

O dirigente Chico Pugliesi alerta para a necessidade de revogação da PEC da Morte

Foto: Seeb-SP

Dirigentes do Sindicato dos Bancários de São Paulo realizaram nesta quarta-feira 18 protestos nas agências Pirituba e Vital Brasil da Caixa Econômica Federal. O protesto – que havia sido convocado pelas centrais sindicais e foi desmobilizado devido ao coronavírus – serviu para alertar não só sobre a defesa do banco público, mas também para a importância dos serviços públicos em geral – em especial o SUS.

“Aproveitamos para verificar se os gestores das unidades estão tomando os cuidados necessários com a saúde dos bancários e dos clientes, além de alertar e pedir à população que saia apenas em caso de real necessidade, se possível. O coronavírus não é fantasia ou histeria. As pessoas precisam se cuidar, sim. E o Sindicato está presente para confirmar se pessoas em grupo de risco irão mesmo trabalhar de casa”, explicou o dirigente André Sardão.

Na agência Vital Brasil, os empregados se uniram, vestiram a camiseta da campanha “A Caixa é toda sua” e distribuíram material informativo do Sindicato para a população, que de um modo geral entendeu as restrições no atendimento neste momento crítico.

“Falamos também sobre a PEC da Morte, porque ela congela gastos com saúde em um momento crítico pra população brasileira, e esta precisa ser avisada sobre a urgência na revogação desta Emenda criminosa. A saúde pública está em risco! Tudo o que é público e gratuito está em risco nesse país por causa da política perversa do governo”, completou o dirigente Francisco Pugliesi.

O movimento sindical está acompanhando as medidas a serem tomadas pela Caixa Econômica Federal no processo de adaptação das agências. Qualquer denúncia deve ser feita ao Sindicato através da Central de Atendimento, Whatsapp (11) 97593-7749, Facebook, Twitter ou Instagram.

 

 



Voltar para o topo