Aposentadoria

Congresso da Anapar começa nesta quinta 23

Em seu congresso anual, a Associação Nacional dos Participantes de Fundos de Pensão tratará sobre a defesa de direitos sociais

  • Fenae, com edição da Redação Spbancarios
  • Publicado em 22/05/2019 17:40 / Atualizado em 22/05/2019 18:20

Arte: Fenae

São Paulo sediará, nos dias 23 e 24 de maio, o XX Congresso Nacional dos Participantes dos Fundos de Pensão. O cenário político atual, momento considerado único na história do nosso país, fez com que a entidade ampliasse o debate para além da defesa do princípio previdenciário e do fortalecimento dos fundos de pensão. O objetivo é  olhar também para o processo em curso no país que busca desmantelar a capacidade de organização dos trabalhadores e para o ataque diário ao processo de democratização conquistado a duras penas pela sociedade brasileira.

"Virão participantes de várias partes do país para discutirmos temas como a reforma da Previdência e seus impactos na previdência complementar, por exemplo, além de questões específicas relacionadas aos fundos de pensão", disse José Ricardo Sasseron, diretor regional da Anapar, que debaterá o sistema de previdência complementar fechado no encontro.

"Este vigésimo congresso é muito importante face à conjuntura que estamos enfrentando. A Anapar é referência na defesa da Previdência, e este congresso vem para reafirmar o compromisso com o direito à aposentadoria e o enfrentamento à essa reforma esdrúxula que que o governo quer aprovar. Intensificaremos também o debate sobre a Previdência complementar dos servidores públicos", afirmou Renato Augusto Carneiro, dirigente sindical e bancário do BB.

A Previdência será destaque no primeiro dia, com o ex-ministro da Previdência Social, Carlos Gabas. Ele falará sobre Previdência no painel chamado Previdência Social que o Brasil precisa. Em seguida, o Professor de Economia e Negócios da Universidade do Chile, Andras Uthoff, abordará a experiência chilena e o futuro da previdência social brasileira.

O Sistema de Previdência fechado será tratado após o almoço, com palestra do assessor jurídico da Anapar, Marthius Sávio Cavalcante Lobato, sobre o punitivismo e a criminalização do sistema fechado. Os perigos da CGPAR 25 serão analisados, em seu viés jurídico, pela Consultora Jurídica da Anapar, Tirza Coelho.



Voltar para o topo