Pular para o conteúdo principal
Chapéu
Só a luta nos garante!

Sindicato cobra, e Alfa se compromete a negociar programa próprio de PLR para todos

Linha fina
Hoje, além da PLR da CCT, grupo paga remuneração variável somente para alguns trabalhadores, e suas regras não são estabelecidas em acordo com o Sindicato. Grupo também garantiu que a RV será paga corretamente, e não se repetirão os descontos indevidos de novembro a fevereiro
Imagem Destaque

Após cobrança do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, o Alfa se comprometeu em negociar um programa próprio de participação nos resultados, que abranja todos os bancários e financiários do grupo. Em resposta ao Sindicato, seu representante informou que uma proposta deve ser apresentada ainda neste semestre, para a construção de um acordo que preveja a distribuição do programa próprio já a partir de 2021.

Hoje, além da Participação nos Lucros de Resultados (PLR) prevista na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria bancária, o Grupo Alfa distribui, somente aos funcionários elegíveis (no caso, operadores-área comercial), uma remuneração variável, que é uma comissão atrelada ao cumprimento de metas mensais. Essa RV não tem suas regras negociadas com o Sindicato e estabelecidas em acordo coletivo de trabalho.

“O que reivindicamos junto ao grupo é justamente negociar um acordo para a criação de um programa próprio de participação nos resultados, que abranja todos os trabalhadores e tenha regras mais justas e transparentes. O compromisso assumido pelo Alfa, diante da nossa cobrança, é portanto um avanço. Esperamos agora que eles nos apresentem uma proposta para debatermos e negociarmos o que for mais vantajoso para os trabalhadores”, diz a secretária-geral do Sindicato, Neiva Ribeiro.

Sindicalize-se e fortaleça a luta em defesa dos direitos dos bancários

O Grupo Alfa também informou que não voltarão a ocorrer os descontos indevidos na RV dos funcionários elegíveis.

Entenda

As discussões com o Alfa avançaram depois que o Sindicato atuou para reverter descontos indevidos na Remuneração Variável dos funcionários elegíveis. Entre novembro de 2019 e fevereiro de 2020, o grupo descontou da Remuneração Variável, o crédito da PLR da CCT, desrespeitando assim cláusula da Convenção Coletiva da categoria. O Alfa chegou a negar a irregularidade, mas o Sindicato apurou que de fato ocorreram, após denúncias de diversos trabalhadores.

Diante disso, o grupo procedeu à devolução dos descontos indevidos a partir do final de março e regularizou o pagamento da RV dos trabalhadores.

“Esse episódio mostra que a organização dos trabalhadores em seus sindicatos é a única forma de resguardar nossos direitos e avançar em novas conquistas. Nossa atuação na defesa dos funcionários não seria possível se eles não tivessem nos procurado para fazer a denúncia. E o Alfa não teria se comprometido em negociar um programa próprio de participação nos resultados se não tivéssemos cobrado, com o apoio dos trabalhadores”, destaca Neiva. “Agora ficaremos atentos em relação ao compromisso assumido pelo grupo, e se for preciso reforçaremos a cobrança”, acrescenta.

Procure o Sindicato

Em defesa da saúde dos bancários durante a pandemia de coronavírus, o Sindicato está monitorando todos os locais de trabalho. Para isso, também contamos com bancários e financiários. Por isso, deixamos aqui nossos canais de comunicação e de denúncias:

> Está com um problema no seu local de trabalho ou seu banco ou financeira não está cumprindo o acordado? CLIQUE AQUI e deixe seu contato que vamos te ligar 

> Central de Atendimento - você pode falar conosco via chat  ou solicitação via formulário 

Em tempo real - Entre nessa página especial do nosso site para saber todas as notícias sobre o coronavírus (Covid-19) 

> Redes Sociais - nossos canais no Facebook e Twitter estão abertos, compartilhando informações do Sindicato e de interesse da sociedade sobre a pandemia.

> Quer receber notícias sobre o seu banco ou financeira? Cadastre-se em nossa newsletter e receba em seu e-mail