Pular para o conteúdo principal
Chapéu
Dia Nacional de Luta

Bancários mobilizaram-se por direitos, defesa dos bancos públicos e contra a PEC 32

Imagem Destaque
Homem segura cartaz em protesto por empregos, vacina já, direitos trabalhistas e contra o ataque aos servidores públicos com a PEC 32

Os bancários somaram-se aos servidores públicos e demais categoria nas mobilizações do Dia Nacional de Luta em Defesa do Serviço Público e dos Direitos dos Trabalhadores, nesta quarta-feira 18, em todo o país. Em São Paulo, respeitando todas as medidas de prevenção à Covid-19, o Sindicato dos Bancários promoveu diversas atividades durante todo o dia.

Uma delas foi o ato lúdico no Centro, com atores segurando cartazes, para sensibilizar a população contra os ataques do governo Bolsonaro. Os dirigentes também realizaram ato em defesa da Caixa, dos serviços e empresas públicas, no calçadão de São Miguel Paulista. Eles entregaram panfletos e dialogaram com a população sobre o desmonte dos bancos públicos promovido pelo governo.

O Sindicato também percorreu diversas regiões de sua base (a capital, Osasco e municípios da região de Osasco) com carro som, alertando a população e a categoria sobre a reforma Administrativa do governo (PEC 32), que ataca o funcionalismo e os serviços públicos; a ameaça da MP 1045 que destroi direitos, entre eles a jornada dos bancários – a MP passou na Câmara e agora será votada no Senado –; as privatizações; reivindicando empregos e vacinas para a população.

> MP 1045: cortar valor da hora extra é inconstitucional

Dirigentes bancários também participaram de ato e caminhada promovidos pela CUT, na Praça da República. Nas ruas do Centro da capital paulista, a secretária-geral do Sindicato, Neiva Ribeiro, falou para a população das razões dos protestos: “Estamos aqui em defesa do funcionalismo público, contra as privatizações, contra a PEC 1045, que vai aprofundar a reforma trabalhista do Temer que prometeu gerar 6 milhões de empregos e resultou em 15 milhões de desempregados.”

Os bancários também se juntaram às demais categorias profissionais em uma forte mobilização nas redes sociais. Às 10h, houve tuitaço com a hastag #18ADiadeLuta, que ocupou pela manhã e início da tarde os trending topics do Twitter, chegando a ficar em terceiro lugar.

A cobertura completa do dia pode ser acompanhada pelas redes sociais do Sindicato. Veja abaixo alguns posts do Twitter e Facebook da entidade.

A secretária-geral do Sindicato, Neiva Ribeiro, fala ao vivo na panfletagem preparatória para o ato das 15h em defesa do Serviço Público do Brasil. #18ADiaDeLuta

Posted by Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região on Wednesday, August 18, 2021
seja socio