Central de Atendimento

ou whatsapp (11) 97593-7749
Cassi

BB recusa mesa paralela com a Contec

Entidade havia se retirado da discussão para construção de proposta para o plano de saúde e solicitado uma nova reunião com o banco, mas pedido foi negado

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 15/10/2019 17:41 / Atualizado em 15/10/2019 18:07

O Banco do Brasil recusou o pedido da Contec para realização de uma segunda mesa de negociação com objetivo de elaborar uma proposta para a Cassi. A Contec abandonou a mesa de construção da proposta de forma inesperada para as demais entidades que compõem o fórum (Contraf-CUT, Anabb, AFABB e FAABB) impossibilitando, assim, a continuidade da discussão.

Na recusa informada pela empresa, foi reiterada a negativa por ocasião de não atendimento de premissas e limites elencados na última proposta apresentada para votação do Corpo Social.

Banco do Brasil se recusa a discutir proposta de associados da Cassi

"Causa temeridade o fato da Contec solicitar abertura de uma mesa de negociação paralela, citando as demais entidades, dentro de premissas não acordadas ou apresentadas por elas", avaliou Getúlio Maciel, membro da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil.

O BB tem demonstrado inflexibilidade e vem dando respostas similares para propostas com princípios parecidos com os apresentados pela Contec, como a negativa para o "Manifesto - proposta" elaborado por um grupo de 26 pessoas, encaminhada no último dia 10 de outubro. A falta de sensibilidade da Contec, no sentido de caminhar sozinha sem as entidades representativas do funcionalismo, somada à intransigência do BB, que joga a decisão para o parecer da Direção Fiscal da Agência Nacional de Saúde, podem causar a inviabilidade econômica-financeira da Cassi e fechar os planos de saúde.

 

 

"Desejamos que os companheiros da Contec revejam sua posição e retornem à mesa única para que possamos dar andamento aos trabalhos da melhor forma possível”, ressalta Getúlio.



Voltar para o topo