Central de Atendimento

ou whatsapp (11) 97593-7749
Terror

Itaú: pesadelo no Crédito Imobiliário

Com mudança de gestão na área, rotina de trabalho dos bancários tornou-se sufocante, com metas e cobranças cada vez mais abusivas, novo sistema e pressão para trabalho aos sábados; Sindicato entrou em contato com o banco, relatando a situação, e aguarda retorno com urgência

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 20/11/2020 12:01 / Atualizado em 20/11/2020 12:08

Imagem: freepik

Após a mudança de gestão no Crédito Imobiliário do Itaú, os bancários da área passaram a realizar inúmeras denúncias ao Sindicato sobre a deteriorização das condições de trabalho. De acordo com os trabalhadores, além do aumento das metas e cobranças cada vez mais abusivas, foi implantando um sistema via WhatsApp (Nice), que obriga que fiquem oito horas diárias disponíveis para atendimento. 

Outra reclamação dos bancários está relacionada com o trabalho aos sábados. Mesmo não sendo obrigatório, devido ao grande volume de trabalho, os bancários estão com medo de retaliações ou até demissões caso se recusem a fazê-lo. 

“As denúncias sobre as condições de trabalho no Crédito Imobiliário estão chegando em volume impressionante, por todos os canais do Sindicato. Os bancários da área relatam um verdadeiro pesadelo, com metas cada vez mais altas, o novo sistema Nice, pressão para trabalhar aos sábados, e assédio moral. Uma situação inadmissível, que é ainda mais agravada pelo contexto de pandemia e de demissões promovidas no banco, cujos trabalhadores já estão esgotados física e mentalmente”, enfatiza o dirigente do Sindicato e bancário do Itaú Sergio Francisco. 

“Sobre o trabalho aos sábados, a constatação óbvia é que a solução está na contratação de mais bancários, colocando fim nessa pressão velada e abusiva, diminuindo a sobrecarga de trabalho e permitindo que os funcionários atuem em um ambiente saudável de trabalho. Os bancários da área estão adoecendo e pedem ajuda”, acrescenta. 

O Sindicato já entrou em contato com o banco, relatando as situações denunciadas por bancários do Crédito Imobiliário, e aguarda um retorno com urgência. O bancário que se sentir pressionado ou constrangido para trabalhar aos sábados, ou ainda for vítima de assédio moral ou cobrança abusiva por metas, deve entrar em contato com o Sindicato (CLIQUE AQUI). O sigilo é garantido. 



Voltar para o topo