Pular para o conteúdo principal
Chapéu
Coronavírus

Bancários podem ser prioridade em Plano Nacional de Vacinação

Linha fina
Proposta do deputado federal Ricardo Silva (PSB/SP) foi protocolada no dia 15 de dezembro
Imagem Destaque
Foto: Dinho Souto/Lid. PSB na Câmara

O deputado federal Ricardo Silva (PSB/SP) protocolou no dia 15 de dezembro a Indicação ao Poder Executivo (Ministério da Saúde) 1222/2020, solicitando que os bancários sejam incluídos como prioridade no Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19. No documento, o parlamentar defende que a medida irá preservar a vida não só dos bancários e seus familiares, mas também dos clientes que entram em contato com estes trabalhadores em atendimentos presenciais.

“Tais profissionais executam suas essenciais atribuições mediante amplo contato com um grande número de pessoas, fato este que, além de expô-los demasiadamente ao contágio, o tornam potenciais propagadores involuntários do aludido vírus”, diz o texto.

Apoie a INC 1222/2020!

Ao Sindicato, Ricardo Silva explicou que fará uma reunião com o Ministério da Saúde para tratar da inclusão dos bancários como prioridade no plano de vacinação.

“Em janeiro, além do documento já protocolado, reunirei diretamente com a cúpula do Ministério da Saúde. Estou confiante, pois se trata de medida extremamente necessária”, disse. “Os bancários estão, literalmente, na linha de frente. Atividade de alto risco, já que o profissional atende o público em local fechado, geralmente sem ventilação externa e se expõe à possibilidade real de contaminação pelo novo coronavírus. O bancário é a ferramenta direta que faz girar a economia”, completou.

Bancários reivindicam prioridade na vacinação

A secretária de Imprensa e Comunicação do Sindicato, Marta Soares, defendeu a iniciativa como forma de trazer mais garantias de saúde para os trabalhadores bancários.

“Estamos desde o início realizando um trabalho fundamental para manter em atividade um setor extremamente estratégico para o momento, arriscando inclusive nossas vidas e a dos nossos familiares. O Sindicato cobrou uma série de medidas por parte dos bancos para minimizar ao máximo os danos causados pela pandemia. Agora vamos cobrar que nossa categoria seja incluída no grupo prioritário, mas também que a vacina chegue a toda a população brasileira”, garantiu.

Demonstre seu apoio à campanha pela vacina!

Para a dirigente sindical e bancária da Caixa Vivian Sá, a aprovação da medida é fundamental, principalmente porque os empregados do banco público, que estão mais expostos dada a sobrecarga de trabalho em decorrência do pagamento do auxílio emergencial, dentre outros fatores.

“Todo trabalhador bancário foi considerado essencial desde o início da pandemia. O empregado Caixa, em especial, não só não parou de trabalhar como foi levado ao limite, fazendo seu papel público, atendendo quantidades recordes de público, abrindo aos sábados, expostos a aglomerações jamais imaginadas. Os empregados da Caixa continuam na luta e merecem respeito e segurança com a vacina para realizar a tarefa, inclusive diminuindo a chance de contaminar a população”, defendeu.

“Estivemos acompanhando as enormes filas nos bancos, o que reforça o caráter essencial do serviço que os bancários prestaram e seguem prestando desde o início da pandemia. Por isso, defendemos a inclusão da categoria como grupo prioritário para vacinação”, completou Antonio Netto, dirigente sindical e bancário do BB.