Nesta quinta

MPL protestará contra o aumento da passagem em SP

Manifestação está marcada para as 17h, na Praça Ramos de Azevedo, no centro da capital

  • Rede Brasil Atual, com edição da Redação Spbancarios
  • Publicado em 09/01/2019 16:39 / Atualizado em 10/01/2019 16:00

Foto: Reprodução

O Movimento Passe Livre (MPL) realiza, na próxima quinta-feira 10 um protesto contra o reajuste no valor da tarifa do transporte público em São Paulo. O ato está marcado para as 17h, na Praça Ramos de Azevedo, no centro da capital. As informações são da Rede Brasil Atual

O aumento para os ônibus foi anunciado em 29 de dezembro pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) e já vale a partir desta segunda-feira 7. No último dia 3, o governador João Doria (PSDB) anunciou o reajuste para trens e metrô, que entra em vigor no dia 13. A passagem aumentou de R$ 4 para R$ 4,30 – um percentual de 7,5%, ante uma inflação estimada em cerca de 3,5% para 2018. 

"Nenhum aumento de tarifa é justo! E com o reajuste do salário mínimo (abaixo da inflação) e a reforma trabalhista a tarifa vai pesar ainda mais no bolso do trabalhador!", critica o movimento.

Segundo o evento no Facebook, cerca de 7,9 mil pessoas estão confirmadas para comparecer no ato e mais 21 mil, possuem "interesse" em participar.

A integração entre ônibus e trens também aumenta nessa porcentagem, passando a custar R$ 7,48 a partir do próximo dia 13. Para as empresas que fornecem vale-transporte aos empregados, o valor a ser pago passará a ser de R$ 4,57. "Quem paga a conta da crise somos nós que, além de arcar com o desemprego e o aumento do custo de vida, somos impedidos de circular pela cidade", acrescenta o Passe Livre.



Voltar para o topo