Pular para o conteúdo principal
Chapéu
Coronavírus

Vacina: vice da Câmara defende bancários entre prioritários

Linha fina
Vice-presidente da Casa, Marcelo Ramos, diz que caso auxílio-emergencial seja retomado, bancários que trabalham na linha de frente do pagamento do benefício devem ter prioridade na vacinação
Imagem Destaque
Foto: Seeb-SP

O recém eleito primeiro vice-presidente da Câmara, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), defende que, caso o auxílio-emergencial seja retomado, devem ser incluídos entre os grupos prioritários na vacinação contra Covid-19 os bancários que trabalham na linha de frente do pagamento do benefício, uma vez que esses trabalhadores estariam em contato com milhões de pessoas. A informação é da coluna Painel, da Folha de S.Paulo, publicada na edição desta segunda-feira 8.

"Não tem como negar que os bancários que trabalham na ponta, especialmente os da Caixa Econômica Federal, correm risco por causa do contato diário com milhares, até mesmo milhões, de pessoas", disse Marcelo Ramos.

Ainda segundo a Folha de S.Paulo, o parlamentar pediu à “associação dos bancários” um levantamento sobre o número de bancários que seriam beneficiados.

Vacina para todos já!

O Sindicato também defende que a categoria seja incluída como grupo prioritário, uma vez que continua prestando um serviço à população que foi considerado essencial na pandemia. E destacou isso na última reunião com a Fenaban (federação dos bancos).

O Sindicato também defende que a vacinação seja para todos os brasileiros e de forma gratuita, e condena a forma irresponsável com que o governo federal tem conduzido o processo de vacinação e a pandemia de forma geral.