Pular para o conteúdo principal
Chapéu
Solidariedade

Campanha quer arrecadar kits de higiene para mulheres

Linha fina
Projeto será permanente e faz parte das ações deste março, o Mês das Mulheres. As doações devem ser entregues na Quadra dos Bancários (Rua Tabatinguera - 192, ao lado da Estação da Sé do Metrô)
Imagem Destaque
Arte: SEEB-SP

O Sindicato está arrecadando absorventes higiênicos e outros itens para ajudar mulheres em situação de pobreza e precarização. Neste momento de pandemia e crise econômica, o numero de pessoas pobres e pessoas em situação de rua aumentou, e todos precisam ser solidários.

As doações devem ser entregues na Quadra dos Bancários (Rua Tabatinguera - 192, ao lado da Estação da Sé do Metrô).

O Sindicato tem arrecadado e doado alimentos para diversas entidades por meio da Campanha Bancá[email protected] Solidá[email protected]. A partir deste março, Mês das Mulheres, a entidade incentivará também a doação de absorventes higiênicos, item que quase nunca é lembrado, mas que faz falta a muitas mulheres que estão na chamada situação de pobreza menstrual.

Desde 2014, a Organização das Nações Unidas (ONU) faz esse debate, já que 12% das meninas em todo o mundo vivem em situação de pobreza menstrual e chegam a faltar até 45 dias por ano na escola por não terem absorventes. Este problema também afeta as mulheres em situação de vulnerabilidade social, mulheres em situação de rua e mulheres encarceradas.

A dirigente sindical e integrante do Coletivo de Mulheres da CUT-SP, Maria de Lourdes, a Malu, comenta que o problema tem crescido cada vez mais no Brasil, e tem afetado mulheres próximas principalmente em São Paulo, por conta da crise causada pelo coronavírus.

" O Sindicato apoia essas iniciativas, mas também cobra do Estado que faça a sua parte. Em uma sociedade onde estamos voltando a ter insegurança alimentar, que voltamos ao mapa da fome, o absorvente não é nem lembrado. Se nós mulheres não trouxermos essa pauta, o sofrimento dessas mulheres ficará invisibilizado, por isso convocamos todos a colaborar, a ter empatia", enfatiza.

seja socio