Pular para o conteúdo principal

Santander: bancários do SAC 2° Nível sofrem para marcar folgas após trabalho em feriados e finais de semana

Imagem Destaque
Imagem de um homem tentando encaixar sua folga em um calendário cheio de datas em que não pode

O Sindicato tem recebido diversas reclamações de bancários do SAC 2° Nível, do Santander, sobre dificuldades para marcar as folgas de compensação por trabalho aos finais de semana e feriados. De acordo com as denúncias dos trabalhadores, o próprio banco impõe, de forma arbitrária e unilateral, quando a folga deve ser usufruída. 

“A folga não deve ser agendada de acordo apenas com o interesse do banco, ignorando as necessidades e vontade do bancário, que já teve de trabalhar aos finais de semana ou feriados, quando poderia ter aproveitado a convivência familiar. Cobramos do Santander que oriente os gestores do SAC 2° Nível a não dificultarem o agendamento das folgas pelo bancário”, diz o dirigente do Sindicato e bancário do Santander, André Bezerra. 

O dirigente lembra que o Sindicato tem o posicionamento de que o trabalho aos finais de semana e feriados deve ser pago como horas-extras, e não apenas compensado.

“O Sindicato segue lutando para que sejam pagas as devidas horas extras, e não apenas concedidas as folgas. O Santander impôs um termo individual aos trabalhadores, sem negociação com o movimento sindical, que prevê que todas as horas trabalhadas aos finais de semana e feriados devem ser compensadas, e não pagas como horas extras, o que desrespeita a Convenção Coletiva de Trabalho [CCT] da categoria e o Acordo Coletivo de Trabalho [ACT] dos funcionários do Santander. O Sindicato está tomando todas as medidas cabíveis sobre este termo.”

O pagamento das horas extras possui reflexos em todas as verbas trabalhistas, o que não acontece nas folgas compensatórias.

Corpus Christi 

O Sindicato recebeu denúncia de que todos os trabalhadores do SAC 2° Nível - que estão a maior parte no Radar, outros no Conexão, e outra parte em home office - trabalhariam nesta quinta-feria 3, feriado de Corpus Christi, sendo que já trabalharam na antecipação do feriado. 

Questionado pelo Sindicato sobre a situação destes trabalhadores, o Santander informou que a maior parte dos bancários do SAC 2° Nível não trabalharão no feriado de Corpus Christi e que a área irá operar com contingente mínimo. 

Caso o bancário tenha alguma dificuldade para agendar as suas folgas, deve informar ao Sindicato (CLIQUE AQUI). O sigilo é garantido.