Pular para o conteúdo principal
Chapéu
Brasília

Ato na Câmara rechaça abertura de capital da Caixa

Linha fina
Mobilização proposta pela Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Bancos Públicos ocorreu na véspera da reunião do conselho do banco sobre o assunto e também do Dia Nacional de Luta em defesa da Caixa 100% pública
Imagem Destaque
Foto: Twitter

São Paulo – Parlamentares e representantes dos empregados da Caixa fizeram um ato na terça-feira 17, no Salão Verde da Câmara dos Deputados, em Brasília, para protestar contra possível abertura de capital do banco público. A decisão está prevista para sair na reunião de quarta 18 do Conselho de Administração.

A mobilização, proposta pela Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Bancos Públicos, ocorreu na véspera do Dia Nacional de Luta, também em defesa da Caixa 100% pública.

"A Caixa é empresa pública por uma lei criada por esse Congresso Nacional, portanto eles não podem na discussão do estatuto da empresa, simplesmente transformar a Caixa Econômica em sociedade anônima. Isso teria de passar aqui pelo Congresso Nacional", disse o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), idealizador da Frente Parlamentar, ao abrir o ato. "Não é possível que façam isso sem aprovação do Congresso Nacional", completou.

A deputada Erika Kokay (PT-DF) também compareceu ao ato e afirmou, via Twitter, que o "governo ilegítimo de Temer enfraquece bancos públicos, ameaça a soberania nacional e promove o mais radical desmonte do Estado brasileiro".