Pular para o conteúdo principal
Chapéu
Até que enfim!

Santander comunica que cumprirá feriado de Osasco

Linha fina
Tema tem sido objeto de ações judiciais movidas pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, que cobra respeito ao dia de descanso, mas se valendo da liminar na Justiça obtida pela Fenaban, os bancos costumam ignorar o feriado de 19 de fevereiro e operam normalmente
Imagem Destaque
Foto: Pixabay

O Santander informou que irá respeitar o feriado da emancipação política de Osasco, celebrado nesta sexta-feira 19 de fevereiro. O banco espanhol foi um dos últimos a se pronunciar a respeito. 

Pauta histórica dos trabalhadores da cidade, que há anos trabalham durante o feriado municipal, o tema tem sido objeto de muitas ações judiciais movidas pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, que cumpre seu papel de representar os interesses dos trabalhadores e cobra que o feriado possa ser respeitado.

Osasco tem dois feriados municipais: 19 de fevereiro (data de emancipação política e administrativa) e 13 de junho (dia de Santo Antônio, padroeiro da cidade). Em 2009, os bancos, por meio da Fenaban, obtiveram na Justiça uma liminar obrigando os bancários a trabalhar no dia 19. 

Pela lei federal, cada cidade pode ter até quatro feriados municipais, incluindo a sexta-feira da Paixão, que não é feriado nacional. A legislação federal impede unicamente que haja mais de quatro datas comemorativas religiosas municipais (Lei 9.093/95 Artigo 2º). A emancipação do município, comemorada em 19 de fevereiro, não possui caráter religioso. Mas mesmo assim os bancos, se valendo da liminar na Justiça, costumam ignorar o feriado de 19 de fevereiro e operam normalmente.  

Está em trâmite no Supremo Tribunal Federal uma ação judicial que versa sobre o tema e envolve todos os bancos, e não somente o Santander. A Fenaban tem perdido reiterados recursos e, este ano, finalmente irá acatar o feriado. 

“O problema é que o Bradesco, o Itaú e a Caixa Econômica Federal comunicaram há dias que iam acatar o feriado, mas o Santander, como sempre, é um dos últimos a atender a solicitação do Sindicato, que é o mínimo: respeitar um feriado municipal, assunto que nem deveria ser objeto de ação judicial, muito menos motivo para várias conversas com o Santander com o objetivo de cobrar uma resposta. Mas finalmente os bancários de Osasco poderão usufruir deste dia de descanso”, afirma Lucimara Malaquias, coordenadora da Comissão de Organização dos Empregados do Santander.