Central de Atendimento

ou whatsapp (11) 97593-7749
Defesa dos bancários

Sindicato impede Santander de reabrir agência sem sanitização

Unidade em Taboão da Serra teve caso de covid-19 confirmado e trabalhadores afastados, mas não houve higienização do local. Dirigentes impediram sua reabertura e cobram desinfecção do espaço

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 22/05/2020 17:37 / Atualizado em 22/05/2020 20:06

Os dirigentes Marcelo Gonçalves, Welington Prado e Fernando Mattos impediram a reabertura da agência

Foto: Seeb-SP

O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região continua atuante na defesa dos direitos e da vida dos trabalhadores. Nesta semana, dirigentes impediram uma agência do Santander em Taboão da Serra, na Grande São Paulo, de reabrir sem sanitização, após um caso de coronavírus ter sido confirmado.

“Após a confirmação do caso de covid-19, na quarta-feira 20 os trabalhadores foram afastados e a agência foi fechada, que é o procedimento correto. O problema é que recebemos denúncias de que o banco iria reabrir a unidade com bancários transferidos de outras agências sem a sanitização do local. Por isso formos até a unidade e passamos lá toda quinta-feira para impedir sua reabertura sem a devida higienização. E hoje estivemos lá pela manhã até confirmar que não reabriria”, conta o dirigente sindical Fernando Mattos, bancário do Santander.

Tempo Real: Acompanhe as notícias sobre o Coronavírus nos bancos
Perguntas e Respostas sobre o Coronavírus nos bancos

Após entrar em contato com o banco, o Sindicato foi informado de que a unidade só irá reabrir após passar pelo processo de desinfecção.

“Verificaremos novamente na segunda-feira 25 se o banco tomou a providência necessária. Se a agência reabrir sem a sanitização, o Santander estará colocando em risco a vida de trabalhadores e clientes. Vamos continuar atentos”, diz Fernando.

Ele destaca que, desde o início da pandemia, o Sindicato tem atuado na defesa da vida e dos direitos do trabalhadores. “Em mesa de negociação com os bancos, conquistamos medidas de segurança para bancários e clientes, como afastamento para quem é do grupo de risco e home office para a maioria da categoria. E estamos sempre intervindo para resguardar esses direitos. Mas para isso precisamos que os bancários nos comuniquem qualquer irregularidade”, diz Fernando, acrescentando que os bancários também podem denunciar à Vigilância Sanitária, no 156, caso o banco não higienize locais com casos confirmados da doença.

Procure o Sindicato

O Sindicato está monitorando todos os locais de trabalho e alertando os bancários. Como as informações estão sendo atualizadas constantemente, deixamos aqui nossos canais de comunicação.

> Está com um problema no seu local de trabalho ou seu banco não está cumprindo o acordado? CLIQUE AQUI e deixe seu contato que vamos te ligar 

 

 

> Central de Atendimento - você pode falar conosco via chat  ou solicitação via formulário 

Em tempo real - Entre nessa página especial do nosso site para saber todas as notícias sobre o coronavírus (Covid-19) 

> Redes Sociais - nossos canais no Facebook e Twitter estão abertos, compartilhando informações do Sindicato e de interesse da sociedade sobre a pandemia.

> Quer receber notícias sobre o seu banco? Cadastre-se em nossa newsletter e receba em seu e-mail.



Voltar para o topo