Pular para o conteúdo principal

Sindicato protesta contra assédio moral em agência da Caixa em Guaianazes

Imagem Destaque
O dirigente sindical e empregado da Caixa Danilo Perez durante protesto contra assédio moral em frente a agência da Caixa Econômica Federal em Guianazes

O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e a Apcef/SP realizaram protesto contra o assédio moral na manhã desta quinta-feira 12 em agência da Caixa Econômica Federal localizada no bairro de Guianazes, na zona leste de São Paulo. A unidade bancária é subordinada à Superintendência Executiva de Varejo (SEV) Itaquera, que é alvo de denúncias recorrentes de empregados sobre desrespeitos e abusos.

Os dirigentes do Sindicato e da Apcef/SP se reuniram com os empregados antes da abertura da agência para dialogar sobre a importância de denunciar o assédio moral ao Sindicato – a entidade mantém canal exclusivo, por meio do qual as denúncias são apuradas e levadas às instâncias do banco, sem expor os denunciantes.

“As denúncias nas agências vinculadas à SEV Itaquera persistem, mesmo após o Sindicato se reunir com o superintendente da Superintendência Regional (SR) Leste para cobrar providências; da realização de pesquisa de clima; e da implantação de um Grupo de Trabalho específico formado por empregados para tratar desta questão. Nós não podemos admitir, e os protesto vão continuar caso as práticas de assédio moral não sejam interrompidas”, afirma Danilo Perez, dirigente sindical e empregado da Caixa.

Durante o protesto, os dirigentes também dialogaram com a população sobre a importância da defesa da Caixa e da manutenção do seu caráter 100% público, que possibilita o gerenciamento e o pagamento de programas sociais.

Na atividade, os dirigentes também divulgaram aos bancários o livro “Somos – Uma história contada por outras histórias”.

A publicação reúne histórias contadas pelos empregados da Caixa sobre fatos ocorridos durante a pandemia. São relatos emocionantes que eternizam este período sem precedentes vividos pelos trabalhadores do banco público – um deles de um bancário da agência de Guaianazes.

Quer saber mais sobre este projeto? Acesse www.apcefsp.org.br/Somos.

Você pode baixar a edição digital do livro ou adquirir a versão impressa. Toda a renda obtida com a venda do livro será revertida para o Movimento Solidário, da Fenae, e para a ONG Moradia e Cidadania.

Procure o Sindicato

O Sindicato está monitorando todos os locais de trabalho e alertando os bancários. Como as informações estão sendo atualizadas constantemente, deixamos aqui nossos canais de comunicação.

Está com um problema no seu local de trabalho ou seu banco não está cumprindo o acordado? Deixe seu contato que vamos te ligar 

Central de Atendimento - você pode falar conosco via chat  ou solicitação via formulário ou whatsapp.

 Em tempo real - Entre nessa página especial do nosso site para saber todas as notícias sobre o coronavírus (Covid-19) 

Redes Sociais - nossos canais no Facebook e Twitter estão abertos, compartilhando informações do Sindicato e de interesse da sociedade sobre a pandemia.

Quer receber notícias sobre o seu banco? Cadastre-se em nossa newsletter e receba em seu e-mail.

seja socio