Pular para o conteúdo principal
Chapéu
Vitória

Barueri atende Sindicato e vai incluir bancários na vacinação contra covid-19

Imagem Destaque

Está avançando a mobilização do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região para incluir os bancários de sua base no grupo prioritário na vacinação contra a covid-19. A prefeitura de Barueri, um dos municípios que compõem a base da entidade, atendeu a reivindicação da entidade e informou que os bancários de agências serão incorporados no plano de imunização municipal. A informação foi dada pelo prefeito Rubens Furlan (PSDB), a dirigentes do Sindicato.

>Vacinação contra Covid-19: saiba quais são as ações do Sindicato

“O prefeito foi muito claro ao dizer que vai vacinar os bancários de agência. Não é o suficiente, mas é um avanço, já que o descaso do governo federal resultou na falta da vacinas, e a prioridade, diante da realidade de doses insuficientes, é imunizar os bancários que estão atendendo presencialmente.”

Valdir Fernandes, o Tafarel, que esteve reunido com o prefeito de Barueri

A Febanan orientou os bancos a passarem os dados dos bancários diretamente para a Secretaria Municipal de Saúde de Barueri, que organizará a lista de prioridades.

É importante que os bancários de Barueri fiquem atentos às redes sociais do Sindicato , acompanhem o site e cadastrem-se no WhatsApp da entidade (veja contatos abaixo) para se informar sobre a data do início da imunização, bem como documentos necessários e outras informações.

Desde o início da pandemia, o Sindicato atuou para manter 70% do total da categoria bancária em home office.

“A primeira vitória na vacinação dos bancários foi em Barueri, e o Sindicato continuará pressionando os demais municípios da sua base a seguirem o mesmo caminho.”

Neiva Ribeiro, secretária-geral do Sindicato

“Apesar da falta de vacinas causada pelo descaso e incompetência do governo federal, o Sindicato está cobrando o poder a público, por meio de ofícios, atos e reuniões com autoridades, a ser mais ágil com a vacinação dos bancários em regime de trabalho presencial”, acrescenta a dirigente.

O Brasil ultrapassou no sábado 19 a marca de 500 mil mortos, e é o segundo pais com maior número de mortos e infectados em decorrência da covid-19, com sérias possibilidades de alcançar o primeiro posto, haja vista que os Estados Unidos, que hoje atualmente ocupa a posição, está muito mais avançado na imunização de seus cidadãos.

“A responsabilidade da vacina não é do Sindicato, é do ministério da Saúde, dos governos estaduais e das prefeituras, mas estamos fazendo nossa parte, por meio de pressão do poder público. Enquanto pelo menos 70% da população não estiver vacinada, a curva de contaminação e mortes não irá diminuir. Enquanto isto não ocorrer, é importante que todos, inclusive quem já foi vacinado, continuem usando máscara e álcool gel, e saiam de casa somente se necessário.”

Neiva Ribeiro, secretária-geral do Sindicato

Procure o Sindicato

O Sindicato está monitorando todos os locais de trabalho e alertando os bancários. Como as informações estão sendo atualizadas constantemente, deixamos aqui nossos canais de comunicação.

Está com um problema no seu local de trabalho ou seu banco não está cumprindo o acordado? Deixe seu contato que vamos te ligar 

Central de Atendimento - você pode falar conosco via chat  ou solicitação via formulário ou whatsapp.

 Em tempo real - Entre nessa página especial do nosso site para saber todas as notícias sobre o coronavírus (Covid-19) 

Redes Sociais - nossos canais no Facebook e Twitter estão abertos, compartilhando informações do Sindicato e de interesse da sociedade sobre a pandemia.

Quer receber notícias sobre o seu banco? Cadastre-se em nossa newsletter e receba em seu e-mail.

seja socio