Central de Atendimento

ou whatsapp (11) 97593-7749
#Contrademissões

Santander demitiu faltando quatro meses para estabilidade

Vídeo faz parte de websérie que dá voz aos demitidos pelos bancos privados no país

  • Elenice Santos, Redação Spbancarios
  • Publicado em 01/12/2020 18:20 / Atualizado em 01/12/2020 18:47

No vídeo de hoje, vamos contar a história de Ataide. O bancário tinha 32 anos de serviços prestados ao Santander e, faltando apenas quatro meses para entrar na estabilidade pré-aposentadoria, ele foi demitido pelo banco, em plena pandemia do coronavírus.

O bancário, que tem um filho com síndrome de down e teme ficar desempregado, por conta da crise causada pela covid-19, tentou reintegração com ajuda do Sindicato. Porém, o Santander recusou a possibilidade.

As dramatizações são baseadas em histórias reais. Se você está entre os demitidos e quer contar sua história, mande e-mail para [email protected]

Confira aqui todos os vídeos da websérie

Assista, curta e compartilhe!

Inscreva-se no nosso canal no YouTube e não deixe de ativar o sininho para receber as produções audiovisuais do Sindicato.

Conecte-se ao Sindicato

Mande aqui um WhatsApp para o Sindicato, salve o nosso número nos seus contatos e fique por dentro de todas as ações e atividades do Sindicato.

Siga também o Sindicato dos Bancários no FacebookTwitterInstagram e Linkedin.

Contra as demissões

Desde que começou a pandemia de coronavírus, o Sindicato iniciou uma campanha contra as demissões nos bancos. Em março, os bancos assumiram o compromisso público de não demitir enquanto durasse a pandemia, mas eles voltaram atrás e estão demitindo pais e mães de família.

O Sindicato está com uma campanha para barrar essas demissões. Se foi demitido, comente aqui

Procure o Sindicato

 

 

> Está com um problema no seu local de trabalho ou seu banco não está cumprindo o acordado? CLIQUE AQUI e deixe seu contato que vamos te ligar 

> Central de Atendimento - você pode falar conosco via chat  ou solicitação via formulário 

> Redes Sociais - nossos canais no Facebook e Twitter estão abertos, compartilhando informações do Sindicato e de interesse da sociedade sobre a pandemia.

> Quer receber notícias sobre o seu banco? Cadastre-se em nossa newsletter e receba em seu e-mail.



Voltar para o topo